Tamanho do texto

Christian Horner não imagina o australiano fora da equipe, apesar do incidente no GP da Inlgaterra

Apesar de Mark Webber ter desobedecido suas ordens em Silverstone , o chefe da Red Bull, Christian Horner, afirmou que falta apenas uma assinatura para renovar o contrato do australiano - que termina no fim do ano. No GP da Inglaterra , o piloto tentou ultrapassar o alemão Sebastian Vettel até a última volta, mesmo sendo orientado pela equipe a reduzir a pressão.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"A única coisa faltando é a assinatura, mas isso é só uma formalidade. Para ser honesto, tenho dificuldades em imaginar qualquer outro piloto no nosso carro ou Mark Webber em outro time", declarou Horner em entrevista ao jornal alemão Sport Bild .

O dirigente aproveitou para comentar a atuação de Vettel na última corrida, em Nurburgring. O líder do Mundial ficou em quarto lugar e fora do pódio pela primeira vez na temporada.

"É impossível vencer todas as corridas, mas Sebastian corre sempre em altíssimo nível. Um piloto de F1, ao contrário de um atleta ou jogador de tênis, é muito dependente do equipamento. Sem nós e o carro dele, Sebastian não seria tão bom, mas também é verdade que não seríamos tão bons sem ele", concluiu.