Tamanho do texto

Alemão foi acusado de defender de forma ilegal sua posição em disputa contra Lewis Hamilton

O australiano Mark Webber não poupou comentários ao veterano Michael Schumacher após a disputa do Grande Prêmio da Itália , no último final de semana. Na opinião do piloto da Red Bull, o heptacampeão passou dos limites na disputa por posição com Lewis Hamilton durante a prova, vista por muitos como ofensiva demais por parte do alemão.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Logo no começo da prova, Schumacher e Hamilton protagonizaram uma forte briga pela terceira colocação da prova. De acordo com Webber, a conduta do alemão não foi o que pode se chamar de "aceitável".

"Foi uma briga única entre Michael e Lewis, porque o piloto da McLaren tinha o limitador contra ele, e por isso Michael tinha vantagem nas retas. Ele poderia posicionar bem o seu carro para tentar mantê-lo fora", explicou Webber.

"Houve algumas vezes em que Michael voltou para o seu traçado para se defender (fechando Hamilton). Esse é o ponto de interesse, porque não é o que a maioria dos pilotos entendem como algo aceitável", avaliou, explicando os momentos em que Schumacher teria passado do ponto durante a briga.

"Um incidente em especial se destacou, quando Lewis tinha a pista livre e Michael atravessou a pista para se defender, voltando ao seu traçado em seguida. Acho que em muitas vezes ele passou dos limites", relatou.