Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Virgin planeja uma reforma no setor traseiro para Monza

Lanterna do Mundial havia pensado na execução do projeto para Silverstone, mas preferiu adiar as mudanças

iG São Paulo |

A equipe Marussia Virgin, última colocada no Mundial de Construtores da Fórmula 1 neste ano, planeja uma mudança no setor traseiro de seu bólido para as próximas sete corridas restantes na temporada. De acordo com o chefe da equipe, John Booth, as modificações tinham sido projetadas para entrar em vigor no Grande Prêmio da Inglaterra, mas o consultor técnico, Pat Symonds, preferiu analisar mais detalhadamente e as novidades serão executadas para o GP da Itália, marcado para 11 de setembro.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

À revista britânica Autosport, Booth revelou nesta quinta-feira (1) que “havia mudanças projetadas para Silverstone, mas foram canceladas, pois não tinha necessidade de se esforçar tanto naquele momento. Pat avaliou mais profundamente as atualizações a serem feitas e decretou que devia ser adiado para Monza”. Ao ser questionado sobre quais ajustes seriam feitos, o chefe da Virgin revelou prioridades na tampa do motor, saída de ar na lateral, escapamento e assoalho traseiro. "Obviamente teremos uma nova asa para o GP da Itália também, mas esse componente será para o resto do ano”, declarou Booth.

Os pilotos da Virgin são Jêróme D´Ambrosio e Timo Glock. Sem nenhum ponto até agora na temporada, as melhores posições da equipe no ano foram dois 14ºs lugares de D'Ambrosio, na Austrália e no Canadá

 

Leia tudo sobre: f1marussia virginJohn BoothMonzaGP da Italia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG