Carlos Garcia, enviado especial da federação, não percebeu atitudes autoritárias do governo local

Getty Images
Ecclestone fez parte da reunião que decidiu remarcar o GP do Bahrein nesta temporada
Carlos Garcia, vice-presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e presidente da Federação Espanhola de Automobilismo, foi o responsável pela elaboração do relatório que afirma que o Bahrein tem condições de receber a Fórmula 1 nesta temporada . Após a confirmação do retorno da prova ao calendário e o vazamento do documento, o espanhol defendeu sua opinião.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Só posso falar sobre o que vi, ou seja, completa tranquilidade. Fiz visitas e entrevistas oficiais, mas também caminhei nas ruas e em shoppings, sempre com a sensação de completa normalidade. Vi pessoas comprando e trabalhando. Nada que chamasse minha atenção”, disse Garcia, em entrevista ao jornal espanhol AS .

O representante da FIA não notou qualquer tipo de ação repressora das autoridades do Bahrein.

“O que encontrei lá foi um governo aberto, que oferece à oposição a chance de se expressar”, opinou Garcia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.