Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Vettel questiona uso da asa traseira móvel e do KERS

Atual campeão mundial, piloto da Red Bull quer maior autenticidade nas ultrapassagens e é contra motores de quatro cilindros

iG São Paulo |

AP
O alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, disse que convidaria Ayrton Senna para jantar em sua casa
O alemão Sebastian Vettel, atual campeão mundial, não se mostrou fã das novidades da Fórmula 1 para a temporada 2011. Em entrevista concedida ao site oficial da categoria, o piloto da Red Bull disse temer que a asa traseira móvel tire a autenticidade das disputas.

“Ultrapassar é algo que separa os homens dos meninos. Por outro lado, eu acho que as ultrapassagens nunca devem ser artificiais. E é isso que eu parcialmente sinto que nós estamos encarando com essa nova asa traseira móvel, e eu apenas espero que isso não esteja se tornando algo artificial”, declarou Vettel.

Quando perguntado sobre quais regras da Fórmula 1 ele mais gostaria de mudar, o alemão também se mostrou contra o KERS, e pediu o retorno dos motores V12.

“Sou contra o apoio dado aos motores de quatro cilindros. Eu tiraria o KERS e colocaria um V12 no carro. Isso tornaria o carro “mais verde” do que nós temos agora”, opinou Vettel, mostrando preocupação com o meio ambiente.

Ainda ao site da Fórmula 1, Vettel também falou sobre suas preferências históricas na categoria. O alemão citou o duelo entre Ayrton Senna e Alain Prost como seu favorito, disse que convidaria o brasileiro para jantar na sua casa e que escolheria a McLaren de 1990 como carro antigo para pilotar.

Leia tudo sobre: Sebastian VettelRed BullKERSAsa traseira móvel

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG