Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Vettel é pole na Bélgica. Massa e Senna superam seus companheiros

Alemão larga na frente pela nona vez no ano. Massa foi quarto e Senna, sétimo. Barrichello vai largar em 14º

iG São Paulo |

Sem vencer há três corridas, a seca de Sebastian Vettel não chegou aos classificatórios. Neste sábado (27), em Spa-Francorchamps, o alemão conquistou sua nona pole na 12ª etapa do campeonato. Os brasileiros também se destacaram na Bélgica - Felipe Massa, quarto no treino, Bruno Senna, que em sua estreia larga em sétimo, e Rubens Barrichello, em 14º, conseguiram superar seus companheiros de equipe. No domingo (28), às 9h (de Brasília), acompanhe a corrida no Tempo Real do iG.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O clima tornou a sessão um pouco confusa. Chovia em alguns trechos do circuito e, em outros, não – dessa forma, alguns pedaços da pista ficaram bem molhados, enquanto outros iam secando durante o treino. Por conta disso, os pilotos fizeram o Q1 e o Q2 com pneus intermediários, e os dez primeiros colocaram compostos para pista seca no final.

Neste cenário, Vettel e Lewis Hamilton, que conquistou a segunda colocação, se destacaram. A segunda fila será formada por Mark Webber, companheiro do alemão na Red Bull, e por Massa, que superou Fernando Alonso – o espanhol, colega do brasileiro na Ferrari, vai sair em oitavo.

Senna conquistou a sétima colocação, e vai largar à frente de seu colega de Lotus Renault, o russo Vitaly Petrov, décimo no classificatório. Jenson Button não conseguiu ir ao Q3 e vai sair em 13º, uma posição à frente de Rubens Barrichello.

Schumacher sofre acidente no Q1

Michael Schumacher protagonizou o incidente mais estranho do Q1. Na primeira volta do alemão, o pneu traseiro direito da Mercedes do piloto se soltou e, em alta velocidade, o carro se chocou contra o muro. Por isso, o heptacampeão mundial, que neste fim de semana comemora o aniversário de 20 anos de sua estreia na Fórmula 1, vai largar em último.

Além de Schumacher, Paul di Resta, da Force India, Jarno Trulli, da Team Lotus, e os pilotos da Virgin e da Hispania também não conseguiram se classificar para o Q2.

Jérôme D’Ambrosio, Vitantonio Liuzzi e Daniel Ricciardo ficaram acima do limite de 107% em relação ao melhor tempo do Q1 permitido pelo regulamento. Porém, provavelmente poderão correr no domingo por conta das condições da pista, molhada durante a sessão – isso será decidido em reunião da FIA.

Jenson Button fica fora do Q3. Bruno Senna se classifica

Dentre os carros das três equipes favoritas, Jenson Button foi o único que não conseguiu se classificar para a disputa da pole. Os pilotos da Ferrari e da Red Bull avançaram, além de Lewis Hamilton – que, após sua última volta, chocou-se contra a Williams de Pastor Maldonado depois que os dois se encontraram perto da linha de chegada.

Quem também conseguiu se classificar foi o brasileiro Bruno Senna, assim como seu companheiro de Lotus Renault, o russo Vitaly Petrov. Nico Rosberg, Jaime Alguersuari e Sergio Pérez completaram a lista dos dez primeiros. Rubens Barrichello, atrapalhado pela velocidade do carro de Heikki Kovalainen em sua volta final, vai sair na 14ª colocação.

O Q2 também teve um acidente. Adrian Sutil, da Force India, perdeu o controle do carro e se chocou contra o muro. O acidente causou bandeira vermelha, interrompendo a sessão. Ao contrário de Schumacher, porém, ele já tinha marcado tempo e vai largar em 15º.

Vettel alcança mais uma pole. Massa e Senna superam seus companheiros

Durante o Q3, a pista foi secando e ficando mais rápida. Com isso, quanto mais o fim da sessão se aproximava, melhor ficavam os tempos. Neste cenário, Vettel, que fez sua última volta já com o cronômetro zerado, se deu bem e garantiu sua nona pole na temporada.

Vettel vai largar seguido por Lewis Hamilton, Mark Webber e Felipe Massa. Fernando Alonso foi apenas o oitavo nesta parte do treino. Bruno Senna conquistou a sétima colocação e foi melhor que o colega Vitaly Petrov, que largará em décimo.

Confira como ficou o grid para o Grande Prêmio da Bélgica:

1 – Sebastian Vettel (ALE) – Red Bull – 1min48s298
2 – Lewis Hamilton (GBR) – McLaren – 1min48s730
3 – Mark Webber (AUS) – Red Bull – 1min49s376
4 – Felipe Massa (BRA) – Ferrari – 1min50s256
5 – Nico Rosberg (ALE) – Mercedes – 1min50s552
6 – Jaime Alguersuari (ESP) – Toro Rosso – 1min50s773
7 – Bruno Senna (BRA) – Lotus Renault – 1min51s121
8 – Fernando Alonso (ESP) – Ferrari – 1min51s251
9 – Sergio Pérez (MEX) – Sauber – 1min51s374
10 –Vitaly Petrov (RUS) – Lotus Renault – 1min52s303
11 – Sébastien Buemi (SUI) – Toro Rosso – 2min04s692
12 – Kamui Kobayashi (JAP) – Sauber – 2min04s757
13 – Jenson Button (GBR) – McLaren – 2min05s150
14 – Rubens Barrichello (BRA) – Williams – 2min07s349
15 – Adrian Sutil (ALE) – Force India – 2min07s777
16 – Heikki Kovalainen (FIN) – Team Lotus – 2min08s354
17 – Paul di Resta (GBR) – Force India – 2min07s758
18 – Jarno Trulli (ITA) – Team Lotus – 2min08s773
19 – Timo Glock (ALE) – Virgin – 2min09s566
20 – Jérôme D’Ambrosio (BEL) – Virgin – 2min11s601
21 – Pastor Maldonado (VEN) – Williams – 2min08s106*
22 – Vitantonio Liuzzi (ITA) – Hispania – 2min11s616
23 – Daniel Ricciardo (AUS) – Hispania – 2min13s077
24 – Michael Schumacher (ALE) – Mercedes – Sem tempo

* Maldonado perdeu cinco posições por acidente com Lewis Hamilton

Leia tudo sobre: F1

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG