Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Vettel dispara na liderança do Mundial após vitória tranquila

Piloto da Red Bull venceu o Grande Prêmio da Malásia e está com 50 pontos. Vice, Button tem 26

iG São Paulo |

AP
Vettel no GP da Malásia

Sebastian Vettel foi soberano mais uma vez neste domingo. O piloto da Red Bull, que largou na pole position no Grande Prêmio da Malásia, liderou a prova toda e venceu pela segunda vez na temporada, em duas provas. “Estou muito satisfeito com o resultado. Amo o que faço e não acho que poderia estar mais feliz agora”, afirmou o alemão após a prova.

Siga o iG Automobilismo no twitter

Vettel apontou a largada como crucial para sua vitória. O início da corrida também foi o ponto alto da prova de Nick Heidfeld, da Lotus Renault. O piloto, que largou na sexta colocação, pulou direto para a segunda posição. “O começou foi fantástico", comemorou o piloto. Foi o primeiro pódio de Heidfeld pela Renault.

Quem completou o pódio foi Jenson Button, da McLaren. O britânico ficou em segundo lugar na prova e assumiu a vice-liderança do Mundial de Pilotos. “É muito satisfatório conseguir muitos pontos, todos no time fizeram um excelente trabalho e têm de estar orgulhosos”, afirmou Button.

Em quarto lugar ficou Mark Webber, seguido de Felipe Massa. O brasileiro largou na sétima colocação e, mesmo com uma demora excessiva em seu primeiro pit stop, acabou na frente do seu companheiro de equipe, Fernando Alonso. “Foi uma pena perder valiosos segundos no meu primeiro pit stop. Sem este problema, poderia ter lutado por um lugar no pódio”, disse Massa após a corrida

Alonso terminou uma posição atrás de seu parceiro. O espanhol protagonizou a maior polêmica da corrida. Em disputa com Lewis Hamilton pela terceira posição, o ferrarista deu um toque no carro do britânico e perdeu parte de sua asa dianteira. Mesmo com a parada extra no pit stop, Alonso terminou em sexto.

AP
O pódio de Sepang foi formado por Button, Vettel e Heidfeld
Após a corrida, tanto Alonso quanto Hamilton foram punidos com 20 segundos adicionados ao seus tempos finais. A punição não atrapalhou a classificação do espanhol, mas fez Hamilton perder uma posição. O piloto da McLaren, que acabou na sétima colocação, perdeu o lugar para Kamui Kobayashi, da Sauber.

Hamilton recebeu a penalidade por fazer mais de um movimento a fim de defender sua posição. O britânico comentou o acidente. “Acho que ele chegou perto demais e, quando tentou passar, ele me tocou e quebrou meu assoalho. Não sei quanta downforce isso me custou”.

Michael Schumacher, da Mercedes, e Paul di Resta, da Force India, competaram o pódio. Rubens Barrichello mais uma vez não conseguiu completar a prova. O brasileiro disse que o início da Williams na temporada é muito decepcionante.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG