Tamanho do texto

Sistema não foi utilizado pela Red Bull na Austrália, e garantiu triunfo do alemão sobre Lewis Hamilton

Neste sábado, no treino classificatório para o Grande Prêmio da Malásia , o alemão Sebastian Vettel, que garantiu sua segunda pole em duas corridas no ano, admitiu que usou o KERS para ser o mais rápido da sessão. O piloto da Red Bull superou Lewis Hamilton, da McLaren, por apenas um décimo, e elogiou o trabalho da equipe para instalar o sistema.

Siga o iG Automobilismo no Twitter .

“No final, ficamos muito perto da McLaren, então estou feliz pela pole. Quero elogiar os caras da equipe, especialmente os que trabalharam no KERS, eles trabalharam muito desde a Austrália. Se não tivéssemos o sistema hoje, eu não estaria nesta posição, nem o Mark (Webber)”, opinou o alemão.

O piloto da Red Bull confessou que não começou bem o fim de semana, mas está satisfeito com a evolução de seu carro.

“Foi um fim de semana desafiador até o treino classificatório. Eu estava satisfeito com o carro, mas nós realmente chegamos ao ritmo certo. Ontem não rendi do jeito que esperávamos, mas sabíamos que o carro tinha velocidade, então o principal foi continuar acreditando nele”, completou.