Para o francês, não é possível ser amigo de alguém que ele deseja vencer

A menos de um mês de estrear na Fórmula 1 como titular, o jovem francês Jean-Éric Vergne enxerga a maior categoria do automobilismo como um lugar competitivo e, por causa da acirrada disputa dentro das pistas, não acredita na amizade entre os pilotos.

Leia também: Com cinco pilotos, Alemanha domina grid da F1 em 2012

“É impossível ser amigo de pilotos de Fórmula 1, a menos que você saiba que vai estar sempre em primeiro lugar e com o melhor carro. Para mim, é inconcebível ser amigo de alguém que você deseja bater”, disse Vergne ao jornal francês L’Equipe .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

No entanto, o piloto se mostrou animado com seu parceiro na Toro Rosso, Daniel Ricciardo, mesmo os dois sendo rivais na disputa por uma vaga na Red Bull em 2013.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

Vergne ressaltou o bom relacionamento com o australiano: “Com Daniel está tudo indo bem, nos conhecemos há muito tempo. Ele é alguém com quem eu me dou muito bem e é um prazer trabalhar com ele”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.