Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Um batedor de recordes chamado Sebastian Vettel

Mais jovem a ganhar pontos e vencer uma prova, piloto alemão luta para ser o mais novo bicampeão

Lucas Pastore, iG São Paulo |

Sebastian Vettel começou a temporada 2011 da Fórmula 1 dando mostras de que dificilmente deixará seu título de campeão passar às mãos de outro piloto. Foram duas pole positions e duas vitórias nas primeiras corridas do ano, na Austrália e na Malásia. Com isso, o alemão já tem mais pontos do que a soma dos dois pilotos da McLaren, Jenson Button e Lewis Hamilton, que ocupam a segunda e a terceira posição na tabela, respectivamente.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Se mantiver o ritmo e conquistar seu segundo título consecutivo, o piloto da Red Bull colocará seu nome na história como o bicampeão mais novo de todos os tempos da Fórmula 1. A marca seria apenas mais uma na carreira do alemão, acostumado a quebrar recordes na categoria.

Em 2007, Vettel passou a ser o piloto mais novo a pontuar em uma prova. Ele tinha 19 anos quando terminou o Grande Prêmio dos Estados Unidos na oitava colocação, pela Sauber. Também foi o mais jovem a vencer uma corrida de F1, na Toro Rosso, em 2008, com apenas 21 anos. A marca mais importante, porém, veio no ano passado, ao tornar-se o piloto mais novo a ganhar o título do Mundial de Pilotos, com 23 anos e 134 dias.

Historicamente, no entanto, conquistar duas taças consecutivas na Fórmula 1 não é nada fácil. Apenas oito pilotos conseguiram o feito (veja tabela abaixo). A dificuldade é ainda maior para os mais jovens. Só a dupla formada por Fernando Alonso e Michael Schumacher conseguiu os títulos seguidos com menos de 30 anos.

Schumacher tinha 26 anos quando se tornou bicampeão, em 1995. Mas é do espanhol o recorde atual de jovem bicampeão. Em 2006, pela Renault, Alonso levantou o título mundial pela segunda vez com 25 anos. Caso seja campeão, Vettel terá 24.

Getty Images
Vettel desponta como favorito ao bi

Dos outros seis bicampeões consecutivos, Mika Hakkinen é o mais novo. O finlandês tinha 31 anos e um mês em 1999, ano do bi. Atrás dele está Ayrton Senna, que garantiu sua segunda taça consecutiva (e terceira na carreira), com 31 anos e sete meses.

Uma curiosidade da lista é o argentino Juan Manuel Fangio, que alcançou o feito já com 44 anos. Em 1955, Fangio ganhou seu segundo título seguido (e terceiro na carreira). Nos dois anos seguintes, o piloto venceu o campeonato mais duas vezes. Alain Prost, Jack Brabham e Alberto Ascari também triunfaram de forma sucessiva, todos acima dos 31 anos.

Além deles, outros seis pilotos ganharam dois ou mais títulos na F1 de forma não consecutiva (Jackie Stewart, Niki Lauda, Nelson Piquet, Jim Clark, Graham Hill e Emerson Fittipaldi). No ano da segunda conquista, todos eram mais velhos do que Vettel.

Veja a lista dos bicampeões de forma consecutiva:

Nome Nascimento
1º Título 2º título
Fernando Alonso 29/07/1981 24 anos (2005) 25 anos (2006)
Michael Schumacher 03/01/1969 25 anos (1994) 26 anos (1995)
Mika Hakkinen 28/09/1968 30 anos e 2 meses (1998) 31 anos e 1 mês (1999)
Ayrton Senna 21/03/1960 30 anos e 7 meses (1990) 31 anos e 7 meses (1991)
Alain Prost 24/02/1955 30 anos e 8 meses (1985) 31 anos e 8 meses (1986)
Jack Brabham 02/04/1926 33 anos (1959) 34 anos (1960)
Alberto Ascari 13/07/1918 34 anos (1952) 35 anos (1953)
Juan Manuel Fangio 24/06/1911 43 anos (1954) 44 anos (1955)

 


 

Leia tudo sobre: sebastian vettelred bullfórmula 1

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG