Carros com bico feio, ausência de Barrichello, retorno de Raikkonen e briga entre Red Bull e McLaren. Saiba tudo sobre a temporada

Sebastian Vettel e Red Bull lutam para manter a hegemonia dos últimos dois anos na Fórmula 1. Para isso, vão encarar uma McLaren mais forte e cinco campeões no grid, além do próprio Vettel. Fora isso, a temporada 2012 da categoria mais importante do automobilismo mundial, que começa neste domingo (18) com o GP da Austrália , às 3h (Brasília), conta com a volta de Kimi Raikkonen, a ausência de Rubens Barrichello após 20 anos e carros feios, por conta do degrau no bico. A seguir, confira 50 coisas que você precisa saber sobre a temporada da F1.

Leia também: Veja o guia com todos os pilotos e equipes da temporada 2012 da F1

1- Vettel Busca Fazer História – Mais jovem bicampeão mundial , Sebastian Vettel vai atrás de mais recordes e tenta subir nos rankings da F1. Se continuar no ritmo de 2011, ele deve melhorar sua classificação histórica em número de vitórias, pole positions e pódios . Sem contar que luta para ser o tricampeão mais jovem de todos os tempos.

2- Massa Vive Ano Crucial – Pressionado pelos péssimos resultados das últimas temporadas, Felipe Massa tem um ano decisivo em 2012. Se não voltar a apresentar bons desempenhos, ele corre sérios riscos de perder seu posto na Ferrari, já que seu contrato com a equipe acaba no fim do ano.

3- Um Senna de Volta à Williams – Neste ano a Williams volta a ter um Senna em seu cockpit . Dessa vez será o sobrinho do tricampeão Ayrton, Bruno Senna, quem guiará pela escuderia britânica. Bruno está em seu terceiro ano na categoria e terá a melhor chance da carreira para mostrar serviço.

4- Fórmula 1 sem Barrichello – Esta é a primeira temporada da F1 sem Rubinho em 20 anos. Após ser dispensado pela Williams, o brasileiro, piloto com maior número de GPs disputados na F1, correrá na Indy em 2012 .

Ausência de Barrichello é um dos fatos marcantes da temporada 2012 da F1
EFE
Ausência de Barrichello é um dos fatos marcantes da temporada 2012 da F1

5- Red Bull no Topo – Após vencer os dois últimos campeonatos, a Red Bull busca manter a sua hegemonia. Para tanto, a equipe conta com uma dupla dos sonhos: Sebastian Vettel e Adrian Newey.

6- Desafiante de Peso – A temporada será marcada por um equilíbrio maior na briga pelo título. A Red Bull, que sobrou em 2011, deve ser muito mais incomodada pelas rivais, principalmente pela McLaren, que surge como grande rival da equipe austríaca na luta pelo título. A proibição do difusor aquecido, trunfo da Red Bull nos últimos anos, é um dos fatores que indicam mais equilíbrio.

7- Volta do Homem de Gelo – Em 2012, Hamilton deve ter ajuda do finlandês Kimi Raikkonen para dar mais emoção dentro e fora das pistas. O Homem de Gelo volta à F1 com toda sua velocidade, sua fama de festeiro e suas declarações polêmicas. E deve ajudar bastante a Lotus.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

8- Carros Feios – Mal começou o ano e os novos carros já carregam uma má fama. Dizem por aí que são um dos mais feios da história. Exageros à parte, pode-se colocar a culpa no novo regulamento , que forçou as equipes a desenvolver o pouco atraente degrau no bico.

9- Itália Sem Pilotos – Jarno Trulli foi dispensado pela Caterham pouco antes do início do campeonato e deixou a F1 sem pilotos italianos nesta temporada, o que não acontecia desde 1970 .

10- F1 em Terras da Nascar – Em busca de popularidade, a F1 volta a tentar a sorte nos Estados Unidos, país em que reinam Nascar e Indy. Em novembro, será realizado o novo GP norte-americano no Circuito das Américas, no Texas.

11- Briga Pela Vaga de Webber – A vaga de Mark Webber na Red Bull é uma das mais cobiçadas atualmente. Os pilotos da Toro Rosso, Jean-Éric Vergne e Daniel Ricciardo, são os principais candidatos ao posto e devem travar uma intensa disputa ao longo do ano. Reserva da Red Bull, Sébastien Buemi corre por fora.

12 - Ricaço na F1 – O sétimo homem mais rico do mundo segundo a Forbes entrou para valer na categoria. Eike Batista patrocina Bruno Senna na Williams, sem perder de vista Felipe Nasr, promessa brasileira que corre na GP2 como um dos favoritos ao título.

13- Grid Premiado – Esta temporada terá competindo o maior número de campeões de toda a história . Serão seis: Michael Schumacher, Fernando Alonso, Sebastian Vettel, Lewis Hamilton, Jenson Button e Kimi Raikkonen.

14- Surpresa Preto e Dourada – A Lotus conta com a volta de Kimi Raikkonen à Fórmula 1 para tentar surpreender no topo da tabela. Os bons resultados nos testes de pré-temporada também credenciam a equipe como possível surpresa.

15- Volta dos Testes no Meio da Temporada – Neste ano, a FIA anunciou que as equipes poderão fazer mais uma bateria de testes durante a temporada, em Mugello, na Itália. Com isso, as equipes terão mais uma chance de ajustar os carros após a quarta corrida, no Bahrein. Desde 2009 estes testes estavam vetados.

16- Lugar de Mulher é no Cockpit – As mulheres voltam à maior categoria do automobilismo mundial em 2012. A espanhola Maria de Villota foi contratada como piloto de testes da Marussia e participará dos testes para jovens no final do ano.

17- Segundo Ano de Asa móvel – Após um ano de experiência, os pilotos não devem mais encarar a asa móvel como um desafio. No entanto, apesar de todos já estarem acostumados, o dispositivo vai continuar facilitando as ultrapassagens e, com sorte, dando mais emoção às corridas.

18- Hamilton, o Polêmico – Se a temporada estiver monótona, com Vettel dominando mais uma vez, dá para contar com Lewis Hamilton para agitar um pouco as coisas. Em 2011, o britânico foi recordista de ultrapassagens perigosas, polêmicas, punições e brigas .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

19- Aposentadoria do Mito? – Maior campeão de todos os tempos, Michael Schumacher pode correr sua última temporada em 2012. Seu contrato com a Mercedes termina no final do ano e o alemão ainda não decidiu se renovará.

20- Fim dos Difusores Soprados – Grande diferencial no ano passado, os difusores soprados foram proibidos para esta temporada, o que leva à importante questão: será que, sem esse sistema, a Red Bull conseguirá manter a hegemonia?

21- Williams Tenta Reviver Dias de Glórias – A tradicional equipe inglesa vive ano crucial. Vem da pior temporada de sua história em 2011. Além disso, o fundador da equipe, Frank Williams, cada vez mais se afasta do comando do time.

22- Novos Nomes de Equipes – Para ninguém se confundir, é bom lembrar que três equipes mudaram de nome para este ano. A Lotus-Renault agora é apenas Lotus, a Team Lotus virou Caterham e a Virgin mudou para Marussia. A Hispania não mudou exatamente de nome, mas quer agora ser chamada apenas de HRT.

23- Adrian Newey, o Gênio – O projetista da Red Bull é a estrela da F1 fora das pistas. Especialista em aerodinâmica, o engenheiro criou carros vencedores como a Williams do início dos anos 90, a McLaren do final da mesma década, além da atual Red Bull. Tem neste ano novo desafio de manter a equipe na ponta.

24- Polonês Fora – Ainda se recuperando do grave acidente sofrido no início do ano passado , o talentoso Robert Kubica não deve conseguir voltar à F1 em 2012.

Ainda em recuperação, Robert Kubica deve ficar mais um ano longe dos carros da F1
Getty Images
Ainda em recuperação, Robert Kubica deve ficar mais um ano longe dos carros da F1

25- GP do Brasil Histórico – Em 2012, o GP do Brasil terá sua 40ª edição da F1 e, como novamente será a última do calendário, tem grandes chances de decidir o título, já que neste ano o equilíbrio deve fazer a disputa ser decidida apenas no final.

26- De Olho nos Pagantes – O grupo dos pilotos pagantes é cada vez maior na F1. Eles chegam às equipes com muito dinheiro vindo de seus patrocinadores e têm de mostrar que também têm talento. Em 2012, Vitaly Petrov, Pastor Maldonado e Sergio Pérez são alguns dos exemplos.

27- Testes para Jovens – No final do ano, pilotos novatos vão às pistas de Abu Dhabi para mostrar talento e segurança pilotando um F1 e podem chegar à categoria se mostrarem bom desempenho. No ano passado, Jean-Éric Vergne foi destaque com a Red Bull, e, neste ano, foi contratado pela Toro Rosso.

28- Pneus Agressivos – A Pirelli passou a fornecer os pneus para a F1 no ano passado e, para esta temporada, a fabricante italiana promete compostos mais agressivos, com degradação mais rápida.

29- Bichos da Temporada – A F1 só terá dois estreantes em 2012. Protegido da Red Bull, o francês Jean Éric-Vergne é a aposta da Toro Rosso, enquanto o jovem Charles Pic correrá pela Marussia .

30- Bom Moço – Sempre acompanhado da família e da namorada nas corridas, Jenson Button carrega a imagem do bom moço da F1. Diferentemente dos outros pilotos, o inglês não tem inimizades na categoria e é querido por todos. O talentoso piloto da McLaren tenta alcançar seu segundo título na categoria após ter vivido em 2011 um dos melhores anos de sua carreira.

31- Força Indiana – Desde 2008, seu primeiro ano na categoria, a Force India sempre subiu de posição na classificação por equipes. No ano passado, foi a sexta colocada. Neste ano, o desafio é entrar na briga entre as cinco primeiras equipes do grid, com pilotos promissores como Paul di Resta (melhor novato de 2011) e Nico Hulkenberg.

32- Briga nos Boxes – Os Pit Stops sempre trazem mais emoção à disputa. Segundos preciosos são ganhos ou desperdiçados durante as paradas para troca de pneus e podem decidir classificações e campeonatos.

Torcedoras chamam atenção fora das pistas
Getty Images
Torcedoras chamam atenção fora das pistas


33- Musas – Enquanto os pilotos aceleram nas pistas, fora delas há uma atração à parte. As namoradas e esposas dos competidores que acompanham as corridas ajudam a embelezar o paddock da F1. Além delas, modelos, atrizes, cantoras, grid girls e outras celebridades também são presença certa.

34- Novela Bahrein – Assim como em 2011, a realização do GP do Bahrein ainda não está confirmada por causa da instabilidade política no país. Apesar das pressões externas, a F1 já deixou claro que quer ir para lá . A prova está marcada para o dia 22 de abril.

35- Franceses Voltam aos Holofotes – A França ressurgiu na categoria. Após 13 anos, o país volta a ter três representantes no campeonato: Jean-Éric Vergne, Romain Grosjean e Charles Pic. O país ainda deve ter mais uma boa notícia em 2012: a de que voltará a sediar etapas da F1 nos próximos anos.

36- Domínio Alemão – Com cinco pilotos na F1 em 2012 , a Alemanha pode chegar a seu décimo título mundial na categoria. Todos os anteriores foram conquistados por pilotos que ainda estão no grid: Michael Schumacher e Sebastian Vettel.

37- Poderosos Chefões – Os chefes das equipes cada vez mais chamam à atenção no mundo da F1. Os ricaços Vijay Mallya, da Force India, e Tony Fernandes, da Caterham, são duas figuras que tentam cada vez mais mostrar serviço na categoria. Enquanto isso, nomes como Frank Williams e Peter Sauber, fundadores de suas equipes, mantêm a tradição nos paddocks.

38- Viagem pelo mundo – Em 2012, a Fórmula 1 vai visitar 19 países em 20 etapas do campeonato. A Espanha é a única que terá duas provas. É a oportunidade de conferir diferentes paisagens e culturas, passando por países como Austrália, China, Cingapura e, claro, Brasil.

O GP de Mônaco é um dos mais aguardados da temporada
AFP
O GP de Mônaco é um dos mais aguardados da temporada
39- Provas Especiais – A maior categoria do automobilismo mundial continua contando com provas tradicionais, como Silverstone, Spa-Francorchamps e Monza, além da sempre glamorosa corrida de Mônaco. Outro destaque é a prova noturna realizada em Cingapura.

40- Twitter Aquecido – Em 2011, os pilotos foram notícia principalmente pelo que postavam em suas contas no microblog. Neste ano, a expectativa é que mais uma vez eles publiquem fotos curiosas, desabafem e até briguem entre eles - tudo através da rede social.

41- Corneteiros – Os ex-pilotos ainda são atração no mundo da F1 quando falam mal dos atuais protagonistas da categoria. Exercendo cargos de comentaristas ou até através de suas contas no Twitter, alguns pilotos aposentados costumar cornetar, como é o caso de Niki Lauda , Mika Salo e, quem sabe, do novo comentarista de rádio Jaime Alguersuari.

42- Cascos Estilosos – Sempre detalhados, os capacetes dos pilotos são mais um atrativo da F1. Sebastian Vettel, na temporada passada, utilizou um por corrida, com temas diferentes. Nesta temporada, um dos mais curiosos será o capacete de Heikki Kovalainen, inspirado no jogo Angry Birds.

43- Penalidades – A organização dos GPs pode alterar o resultado das corridas com penalidades. Em 2011, Lewis Hamilton recebeu um número recorde de punições durante uma temporada: foram cinco no total, muitas delas contestadas.

44- Shows em Todo Mundo – Além das atrações na pista, a F1 oferece também muita música para os fãs. Em alguns fins de semana de corrida, ocorrem também shows na cidade que recebe a categoria – o F1 Rocks. Em Melbourne, a atração principal será o americano Lenny Kravitz . São Paulo já recebeu o evento em 2010 e 2011.

45- Nas Mãos de São Pedro – A chuva foi um fator pouco presente nas pistas da temporada 2011 da Fórmula 1. Elemento que pode decidir resultados de classificação e corridas, neste ano pode ajudar a dar um pouco mais de emoção para o campeonato se aparecer com mais frequência.

46- Criando Tradição – Será o segundo ano que um GP de F1 será realizado na Índia. Mais uma vez, o país tenta provar que tem condições de se manter no calendário oficial da categoria. Em 2011, Sebastian Vettel foi pole e ganhou a prova.

47- Nanicas – Hispania e Marussia travarão uma disputa à parte na temporada. As duas pequenas equipes brigarão para descobrir quem é a pior do grid. Vale a aposta de quem vai quebrar em mais corridas.

48- Prévia para as Olimpíadas – O GP de Silverstone, na Inglaterra, acontece no dia 8 de julho, apenas 19 dias antes do início dos Jogos Olímpicos de Londres. Com certeza será um belo aquecimento para o clima esportivo que vai tomar conta do país.

49- Casas de Apostas – Sempre um termômetro para a temporada, as casas de apostas mostram novamente o favoritismo de Vettel para chegar ao tricampeonato. Lewis Hamilton e Jenson Button aparecem logo após, seguidos por Alonso. Massa é apenas o décimo.

50- Pilotos de Testes – Os terceiros pilotos das equipes são, em sua maioria, o futuro da F1. Nomes como Nico Hulkenberg e Daniel Ricciardo são ex-pilotos reservas que ganharam chance no grid. Neste ano, Sébastien Buemi, da Red Bull, e Jules Bianchi, da Force India, são nomes promissores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.