Tamanho do texto

Assim como o brasileiro Bruno Senna, piloto francês é candidato a uma vaga de titular na escuderia

Depois do Grande Prêmio da Alemanha , Eric Boullier, chefe de equipe da Lotus Renault, deu a entender que não está satisfeito com o desempenho de Nick Heidfeld . Por isso, a escuderia já se move para encontrar um substituto: uma das opções é Romain Grosjean, elogiado pelo dirigente nesta semana . Porém, o time pode ter dificuldades para contratá-lo.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Em entrevista ao jornal francês L’Equipe , Boullier disse que três equipes estão na briga para contar com Grosjean, que atualmente lidera o campeonato da GP2 . Gerard Lopez, dono da Lotus Renault, admitiu que sua escuderia é uma delas.

“Vitaly (Petrov) tem contrato até o fim de 2012. Podemos considerar Vitaly com Grosjean, mas isso não depende de nós. Depende da saúde de Robert (Kubica), disse o dirigente, lembrando que o polonês é prioridade para a equipe .

O brasileiro Bruno Senna também é opção para a Lotus Renault. Ele vai guiar o carro de Heidfeld nesta sexta-feira (29), no primeiro treino livre para o Grande Prêmio da Hungria.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.