Tamanho do texto

Chefe da Toro Rosso explica que pilotos não mostraram nível suficiente para brigar por vaga

O chefe da equipe Toro Rosso, Franz Tost, deu declarações polêmicas ao site oficial da Fórmula 1 nesta quinta-feira (16). O austríaco, que comanda as atividades da escuderia , explicou a saída dos pilotos Jaime Alguersuari e Sébastien Buemi de sua equipe, para a entrada dos jovens Daniel Ricciardo e Jean-Éric Vergne.

Leia também: Conheça o perfil dos 12 chefes de equipe da Fórmula 1

Franz Tost afirmou que os pilotos de sua escuderia em 2011 não teriam condições de brigar pelas vagas principais da Red Bull no futuro, o que é um dos objetivos da Toro Rosso. “Este é um esporte de alta performance e saídas são parte do jogo. Ambos os pilotos têm de agradecer à Red Bull por terem chegado à Fórmula 1. Não estou dizendo que eles não estão prontos para a categoria, já que chegaram a mostrar talento em algumas corridas, mas isto não é suficiente para correr na Red Bull”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O chefe da Toro Rosso ainda comentou sobre o possível futuro dos pilotos e disse que acredita que eles podem continuar na Fórmula 1 . “O Buemi ainda está na Red Bull como terceiro piloto. Não tenho informações sobre o que vai acontecer com Alguersuari, mas eles têm de agradecer à Red Bull, pois conseguiram uma boa base para suas carreiras, talvez ainda na F1 em outra equipe”. Os melhores resultados da equipe em 2011 foram duas sétimas colocações conquistadas por Alguersuari, em Monza e no GP da Coréia do Sul.