Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Temporada de 2012 marca renascimento da França na F1

Três pilotos franceses vão correr na próxima temporada, o que não acontecia desde 1999

Mariana Gianjoppe, iG São Paulo |

Sem pilotos na Fórmula 1 nas duas últimas temporadas, a França entrará em 2012 com uma boa surpresa: serão três os representantes do país no próximo campeonato. Romain Grosjean, Jean-Éric Vergne e Charles Pic já estão confirmados no grid e prometem resgatar a tradição francesa na categoria. Além disso, o GP da França também está muito perto de voltar ao calendário.

Leia também: Bruno Senna confirma negociação, mas nega acerto com a Williams

A França sediou GPs por quase 60 anos e é uma das nações que mais teve representantes – foram 70 pilotos até hoje. Também sustenta quatro títulos mundiais, todos de Alain Prost, conquistados em 1985, 1986, 1989 e 1993.

O sucesso de Prost serviu de estímulo para mais franceses se dedicarem à categoria e, logo após sua aposentadoria, a França chegou a ter 11 pilotos disputando ao menos uma corrida no campeonato de 1994. Porém, nenhum dos sucessores do tetracampeão conseguiu chegar perto de seus resultados.

Getty Images
O tetracampeão Alain Prost é o maior nome da história do automobilismo francês

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Pouco tempo depois, em 1996, só restavam dois franceses no grid, Jean Alesi e Olivier Panis. Foi nesse ano, inclusive, que Panis conquistou a última vitória francesa na Fórmula 1. Daí para frente, a França chegou a ficar sem representantes em 2005, 2007 e nos últimos dois anos. O país também deixou de ser sede de corridas após o GP da França de 2008.

Em 2012, no entanto, a França aparece com novas perspectivas na categoria. A temporada terá três pilotos franceses disputando GPs, algo que não acontecia desde 1999. Grosjean, de 25 anos, é o mais experiente deles. Depois de uma rápida passagem na F1 em 2009, voltou à GP2 para se tornar campeão neste ano e ganhar uma nova chance na Lotus Renault.

Jean-Éric Vergne tem apenas 21 anos, impressionou nos testes para jovens pilotos em Abu Dhabi, treinando pela Red Bull, e conquistou uma vaga na Toro Rosso, além do status de grande promessa para os próximos anos. O quarto lugar na GP2 garantiu a Charles Pic, também com 21 anos, o posto de piloto titular da Marussia (ex-Virgin) na próxima temporada.

Ainda muito jovens, os três provavelmente vão usar o próximo ano para ganhar experiência, mas, se conseguirem se destacar, podem render muitos frutos no futuro e reconstruir a imagem da França na F1. Eles ainda podem ter a oportunidade de disputar um GP em casa, já que o país deve voltar a sediar provas da F1 a partir de 2013, revezando anualmente com a Bélgica.
 

Leia tudo sobre: alain prostromain grosjeanjean éric-vergnecharles picfórmula 1f1

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG