Nova aquisição pode ser uma alternativa para o caso da escuderia ser proibida de usar o nome Lotus

Reprodução
T128, bólido da Team Lotus, é exposto entre dois carros da Caterham
A Team Lotus anunciou nesta quarta-feira (27) a compra da montadora britânica “Caterham Cars”. Com a transação, a escuderia planeja fortalecer-se tanto na Fórmula 1 quanto no mercado de carros de rua.

Siga o iG Automobilismo no Twitter .

“A Caterham ocupa um lugar único no coração do mundo do motor. Já é um negócio de sucesso com vendas na Europa, no Japão, na Austrália e no Oriente Médio”, disse Tony Fernandes, chefe de equipe da Team Lotus.

Ansar Ali, diretor de gestão da Caterham, comemorou o aumento da divulgação que a marca terá por fazer parte da F1.

“A aquisição da companhia pela Team Lotus vai permitir nossa equipe de gerência já existente a mostrar o espírito da Caterham, de apreciação da pilotagem pura, para um público que até agora não teve acesso a isso”, disse Ali.

A escuderia anuncia a compra da Caterham na mesma semana em que a decisão judicial a respeito do nome “Lotus” será anunciada. O nome da montadora britânica pode servir como uma espécie de plano B caso o nome “Team Lotus” seja proibido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.