Alemão terminou na nona colocação no GP da Índia deste domingo

O alemão Adrian Sutil, nono colocado no Grande Prêmio da Índia , comemorou um pouco antes do início da corrida, neste domingo (30), a decisão da Force India de antecipar a divulgação da dupla de pilotos para o ano que vem.

Veja também: Sem sofrer ameaças, Vettel vence o Grande Prêmio da Índia

Esperado para dezembro, o pronunciamento do chefe do time, Vijay Mallya , foi antecipado para as próximas semanas. Sutil, por sua vez, está otimista, mas evita prever qualquer coisa.

"Estou esperando ouvir isso de Vijay porque dezembro é muito tarde, acho que não é justo com os pilotos", disse o alemão à revista britânica Autosport . "Estou feliz que ele tenha entendido isso e vamos ver o que acontecerá agora".

O piloto, que está desde 2008 na Force India, ano de estreia da equipe na F1, demonstrou confiança em permanecer no posto , ao lado de Paul di Resta, já confirmado para 2012. "Faço o melhor trabalho que posso. Acho que isso deveria ser óbvio para o pessoal aqui e eles que têm de decidir", acrescentou Sutil.

Ainda de acordo com a publicação, caso Sutil não fique na escuderia indiana, uma opção seria a Williams, que ainda não divulgou se irá manter o brasileiro Rubens Barrichello no cockpit , ao lado do fortemente patrocinado Pastor Maldonado, da Venezuela. Campeão de 2007, o finlandês Kimi Raikkonen foi cogitado em um possível retorno à Fórmula 1 no time de Grove .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.