Tamanho do texto

Susie Wolff ajudará equipe com o trabalho no simulador e guiará o FW34 em um teste nos próximos meses

A Williams anunciou nesta quarta-feira (11) que a piloto Susie Wolff participará do programa de desenvolvimento da equipe nesta temporada da Fórmula 1 .

Leia também: Após ano perfeito, Vettel sente pressão e perde status de favorito

A escocesa, esposa de um dos sócios do time de Grove, iniciou sua carreira no kart e passou pela Fórmula Renault e Fórmula 3 até chegar à DTM, onde disputa sua sétima temporada neste ano. Wolff ajudará a Williams com o trabalho no simulador e terá a oportunidade de guiar o FW34 em um teste a ser realizado nos próximos meses.

“Susie é uma piloto talentosa, bem-sucedida e muito profissional, que compete em uma das categorias mais disputadas do mundo”, disse o chefe da equipe, Frank Williams, em um comunicado. “Ela se juntará à Williams como piloto de desenvolvimento e nos ajudará no desenvolvimento do nosso simulador e em outros desafios técnicos. Também fará alguns testes aerodinâmicos com o FW34 e um teste completo de pista nos próximos meses”, acrescentou.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O dirigente ressaltou que o marido de Susie, Toto Wolff, não interferiu no processo de escolha da piloto. “Já que Susie é casada com Toto Wolff, diretor da Williams, sua escolha foi cuidadosamente estudada e depois aprovada pelo conselho, com Toto se recusando a fazer parte do processo”, afirmou.

Com a contratação, Wolff passa a ser a segunda mulher a integrar uma equipe de Fórmula 1 nesta temporada. No mês passado, Maria de Villota foi confirmada como piloto de testes da Marussia .

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

A mais nova integrante da Williams mostrou estar empolgada com a oportunidade e agradeceu a equipe. “Agradeço Frank por me dar essa oportunidade dentro e fora das pistas. Espero demonstrar que uma mulher pode desempenhar um papel no nível mais alto do automobilismo”, declarou.

“A Fórmula 1 é o maior desafio para qualquer piloto e me dá a chance de melhorar as habilidades que desenvolvi competindo na DTM. Em troca, vou oferecer um pouco da minha visão técnica e experiência”, completou Wolff.