Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Surpreso por vitória, Alonso reitera necessidade de evolução

Mesmo com bom resultado na Malásia, espanhol acredita que Ferrari precisa melhorar para brigar pelo título

Gazeta |

O espanhol Fernando Alonso admitiu surpresa pela vitória no Grande Prêmio da Malásia, realizado na manhã deste domingo (25). Apesar do triunfo e da consequente liderança do Mundial, o companheiro do brasileiro Felipe Massa reiterou que a Ferrari precisa evoluir nas próximas etapas se quiser brigar pelo título.

Leia também: Fernando Alonso vence corrida maluca na Malásia

"Foi uma grande surpresa. Não estávamos competitivos na Austrália e nem aqui. A meta era marcar o máximo de pontos possíveis e hoje foram 25, um resultado incrível e importante para a equipe. Fomos bem no Q3 e hoje mantivemos a calma em condições extremas. Parabéns ao time, que merece essa vitória. Estamos em um momento difícil, mas certamente nos lembraremos deste domingo", disse.

A instabilidade climática em Sepang proporcionou resultados inesperados, como a vitória de Alonso e o inédito segundo lugar do mexicano Sergio Pérez, da Sauber. Favorecido pela chuva, o piloto espanhol viu o adversário latino-americano se aproximar na medida em que a pista secava durante a corrida.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

Nas últimas voltas, Pérez colou em Alonso, mas perdeu o traçado no momento de tentar uma eventual ultrapassagem, o que permitiu que o espanhol vencesse a prova sem correr maiores riscos. "Estamos consistentes, mas não fomos rápidos o suficiente e tivemos sorte de manter a posição", reconheceu o ferrarista.

A próxima etapa do calendário do Mundial 2012 é o Grande Prêmio da China, marcado para o dia 15 de abril, o que oferece um período para a Ferrari trabalhar na tentativa de diminuir a diferença de seu carro em relação aos demais. Realista, Alonso lembrou que a escuderia italiana continua em situação delicada.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"Para ser honesto, não muda nada. Estamos em uma posição que não queremos: lutando para entrar no Q3 e marcar alguns pontos. Queremos lutar por poles e vitórias. Definitivamente, nas duas primeiras corridas estivemos fora do ritmo. O objetivo era não perder muitos pontos. Para a China, o Bahrein e Barcelona, há muita coisa chegando, o time está trabalhando muito nisso", encerrou.

Leia tudo sobre: fernando Alonsosepangvitóriafórmula 1f1ferrari

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG