Espanhol venceu corrida conturbada na Malásia, mas não espera melhoras significativas do carro na China

Apesar do baixo rendimento da Ferrari no início da temporada, o espanhol Fernando Alonso disputa o Grande Prêmio da China, neste domingo (15), como líder isolado do Mundial . Surpreso com a própria posição, o piloto não aposta em um novo pódio, mas diz que tentará ser perfeito.

Leia também: Massa confia que vai superar "momento complicado" a partir da China

"Com certeza, chegar à China como líder do campeonato é algo que eu nunca teria esperado, pelo menos diante dos resultados dos testes da pré-temporada. Significa que fizemos um bom trabalho, aproveitando ao máximo o potencial à nossa disposição e tirando o máximo de cada oportunidade", afirmou o espanhol.

A liderança de Alonso é resultado da inesperada vitória no GP da Malásia . Em uma prova que chegou a ser interrompida por causa da chuva, ele soube explorar as circunstâncias e venceu de forma improvável . Na véspera da etapa da China, ele não quis estabelecer o pódio como meta.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"Não vamos mudar nossa abordagem para esta corrida. Para conseguir um bom resultado, precisamos nos concentrar em nós mesmos, tentando ser perfeitos e explorando cada possibilidade que possa surgir no final de semana. É um pouco como as formigas, que começam algo um dia sabendo que vão produzir uma coisa de valor no futuro", disse.

A Ferrari trabalhou duro na tentativa de melhorar o carro durante as mais de três semanas de intervalo entre as etapas da Malásia e da China. Ainda assim, Alonso descarta qualquer tipo de evolução significativa para a prova e lembra que as demais equipes fizeram o mesmo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

"Não estou esperando surpresas nesta corrida em relação ao que vimos na Austrália e na Malásia. É verdade que quase três semanas se passaram, mas isso não significa que houve tempo suficiente para transformar o carro. Teremos algumas pequenas atualizações, mas nada particularmente significativo", explicou o piloto.

"Nosso carro não está no nível que gostaríamos nesta temporada, mas todos estão reagindo muito bem, todos estão muito unidos. É o que você espera de uma verdadeira equipe que quer alcançar seus objetivos", completou.

Confira a programação completa do fim de semana da Fórmula 1 na China*:

Quinta-feira, 12 de abril
1º treino livre: 23h

Sexta-feira, 13 de abril
2º treino livre: 3h

Sábado, 14 de abril
3º treino livre: 0h
Classificatório: 3h

Domingo, 15 de abril
Grande Prêmio da China: 4h

* Sempre pelo horário de Brasília

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.