Alemão pretende reagir à decisão da escuderia de tornar Senna titular

Nesta quarta-feira (24), a Lotus Renault confirmou que Bruno Senna vai correr como titular no Grande Prêmio da Bélgica , às 9h (de Brasília) deste domingo (28). Por isso, o alemão Nick Heidfeld, que perdeu seu lugar para o brasileiro, deve processar a escuderia, segundo reportagem do jornal britânico Daily Telegraph .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

De acordo com o períodico, Heidfeld está pronto para utilizar-se de métodos legais para manter sua condição de titular. Além disso, a escuderia não poderia apontar insuficiência técnica como argumento legal para a demissão do piloto alemão, já que ele está à frente de seu companheiro, Vitaly Petrov, no Mundial de Pilotos .

Agora, com a chance de ser titular, Senna terá de brigar para se manter ao lado de Petrov. A equipe já demonstrou interesse em dar uma chance para Romain Grosjean , líder da temporada da GP2 . Além disso, para a próxima temporada, a escuderia conta com a volta do lesionado Robert Kubica .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.