Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Sétimo do grid, Hamilton mantém confiança para GP da China

Britânico fez segundo melhor tempo do classificatório, mas foi punido com cinco posições

Gazeta |

O britânico Lewis Hamilton está confiante para o GP da China após ver o desempenho de sua McLaren no treino classificatório deste sábado (14). Ele foi o segundo mais rápido do dia, mas largará da sétima colocação porque foi punido pela troca da caixa de câmbio de seu carro.

Leia também: Rosberg conquista 1ª pole da carreira e larga na frente na China

"Olhando para a corrida, temos um bom carro, mas terei que traçar meu caminho até a frente. Enquanto avançarmos na prova, ficarei feliz", avaliou Hamilton. "Acertei meu carro para estar mais forte na corrida, então mesmo que eu e Jenson estejamos um pouquinho atrás do que desejamos, e tenhamos trabalho a fazer, ainda podemos ir bem", completou, referindo-se a seu companheiro de equipe, Jenson Button, que larga na quinta posição.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Hamilton tem a seu favor as características do circuito de Xangai. Com duas retas longas, as ultrapassagens na prova devem ser constantes, permitindo uma corrida com boas brigas por posição.

"Tem um bom grupo de pilotos à nossa frente, mas estamos no mesmo ritmo de corrida do que eles. Essa é uma pista em que você consegue ultrapassar e temos também a asa traseira móvel, então estou muito animado para amanhã", disse o campeão do Mundial de 2008.

Ele também parabenizou Rosberg pela pole position em Xangai. O piloto da Mercedes largará pela primeira vez na ponta do grid em sua 111ª primeira corrida na categoria. "Nos conhecemos em 1997 e fomos companheiros em 2000, desde então somos bons amigos. Quando estávamos no mesmo time, sempre sonhávamos em ficar em primeiro e segundo juntos em um treino da Fórmula 1 e é maluco que tenhamos conseguido isso hoje".

Deixe o seu recado e comente a notícia entre os outros leitores

Em quinto no grid de largada, Button mostrou decepção com o resultado, mas ainda acredita em vitória na corrida: “Acho que fomos para a pista muito tarde. Claro que estamos um pouco desapontados, mas nosso ritmo de corrida parece ser muito bom. Será complicado esquentar os pneus da frente se estiver frio amanhã, mas isso não é novidade para mim. Nossa meta é brigar pela vitória”.

A corrida em Xangai acontece na madruga deste domingo (15), às 4h (de Brasília). Acompanhe todos os detalhes no Tempo Real do iG.

 

Leia tudo sobre: F1Lewis HamiltonJenson ButtonMcLarenNico RosbergGP da China

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG