Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Sem apoio estatal, Nurburgring corre o risco de deixar a F1

Após anúncio do fim do apoio do governo, a pista pode receber a categoria pela última vez neste domingo

iG São Paulo |

Eveline Lemke, presidente da Associação Nacional do governo de Rhineland-Palatine – estado em que é localizada a pista de Nurburgring – disse que o Grande Prêmio da Alemanha deste domingo (24) será o último feito no local com dinheiro público. Jorg Lindner, operador do circuito, admitiu que a declaração o deixou preocupado.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“As condições do momento geram perdas grandes, perdas que não podemos mais aceitar. Então, só teremos uma continuação da lendária tradição da Fórmula 1 em Nurburgring se o contrato futuro incluir condições economicamente e politicamente aceitáveis”, disse Lindner, em entrevista à agência de notícias alemã DPA.

O contrato da Fórmula 1 com Nurburgring termina em 2016. Para Lemke, Bernie Ecclestone, chefe da categoria, terá de baixar suas exigências para manter a pista no calendário.

“Se a corrida deste fim de semana será a última ou não dependerá das exigências de Bernie Ecclestone", declarou a governante, em entrevista ao jornal alemão Financial Times Deutschland.

Leia tudo sobre: F1

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG