Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Sebastian Vettel está a um ponto de ser campeão mundial

Para garantir o título no Japão, alemão só precisa chegar entre os dez primeiros. Button é o único que pode estragar a festa

iG São Paulo |

Graças ao segundo lugar de Jenson Button, Sebastian Vettel ainda não pôde comemorar seu segundo título mundial após vencer o Grande Prêmio de Cingapura deste domingo (25). Porém, com o resultado, o alemão chegou a 309 pontos e tem tudo para assegurar o bicampeonato já na próxima corrida, o Grande Prêmio do Japão, que será disputado no dia 9 de outubro. Para sagrar-se bicampeão, o piloto da Red Bull terá apenas de pontuar na prova, chegando entre os dez primeiros.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O retrospecto da temporada mostra que a possibilidade disso acontecer é grande: o pior resultado de Vettel no campeonato foi o quarto lugar que ele obteve no Grande Prêmio da Alemanha. Entre os pilotos das principais equipes, o alemão é o único que pontuou em todas as provas, já que não abandonou nenhuma corrida neste ano.

Porém, mesmo se quebrar ou se não chegar entre os dez primeiros, Vettel ainda terá chances de deixar o Japão como campeão. Para que isso aconteça, basta que Jenson Button, com 185 pontos, não vença. O britânico, que é o único que ainda tem chances matemáticas de tirar o título do piloto da Red Bull, triunfou duas vezes no ano: no Grande Prêmio do Canadá e no Grande Prêmio da Hungria.

Com o resultado da corrida em Cingapura, Fernando Alonso, Mark Webber e Lewis Hamilton, que ainda tinham chances remotas de serem campeões, foram eliminados da briga pelo título.

Confira o resultado final do GP de Cingapura:

1 – Sebastian Vettel (ALE) – Red Bull – 61 voltas
2 – Jenson Button (GBR) – McLaren – a 1s7
3 – Mark Webber (AUS) – Red Bull – a 29s2
4 – Fernando Alonso (ESP) – Ferrari – a 55s4
5 – Lewis Hamilton (GBR) – McLaren – a 1min7s7
6 – Paul di Resta (GBR) – Force India – a 1min50s
7 – Nico Rosberg (ALE) – Mercedes – a 1 volta
8 – Adrian Sutil (ALE) – Force India – a 1 volta
9 – Felipe Massa (BRA) – Ferrari – a 1 volta
10 – Sergio Pérez (MEX) – Sauber – a 1 volta
11 – Pastor Maldonado (VEN) – Williams – a 1 volta
12 – Sébastien Buemi (SUI) – Toro Rosso – a 1 volta
13 – Rubens Barrichello (BRA) – Williams – a 1 volta
14 – Kamui Kobayashi (JAP) – Sauber – a 2 volta
15 – Bruno Senna (BRA) – Lotus Renault – a 2 voltas
16 – Heikki Kovalainen (FIN) – Team Lotus – a 2 voltas
17 – Vitaly Petrov (RUS) – Lotus Renault – a 2 voltas
18 – Jérôme D’Ambrosio (BEL) – Virgin – a 2 voltas
19 – Daniel Ricciardo (AUS) – Hispania – a 4 voltas
20 – Vitantonio Liuzzi (ITA) – Hispania – a 4 voltas
21 – Jaime Alguersuari (ESP) – Toro Rosso – Abandonou
22 – Jarno Trulli (ITA) – Team Lotus – Abandonou
23 – Michael Schumacher (ALE) – Mercedes – Abandonou
24 – Timo Glock (ALE) – Virgin – Abandonou

Leia tudo sobre: Sebastian VettelRed BullF1

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG