Alemão afirma que teve falha na embreagem e que não pretendia ajudar Mark Webber

Após o Grande Prêmio do Brasil , disputado neste domingo (27), Sebastian Vettel, segundo colocado na prova, confirmou que teve um problema de embreagem voltas antes de ser ultrapassado por Mark Webber, seu companheiro de Red Bull. O piloto alemão da Red Bull negou que tenha sido uma estratégia para deixar o australiano vencer, já que ele não havia conquistado nenhum triunfo nesta temporada.

Veja também: Campeão da Red Bull, Cacá Bueno exalta Sebastian Vettel

“O problema começou no fim da volta 13, parecia bem grave e ficava cada vez pior. Percebi que, se gerenciasse o câmbio, conseguiria terminar, mas não manter a primeira posição”, disse Vettel, que, por isso, afirmou que não ofereceu resistência a Webber.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“É importante ajudar a equipe, e a equipe me pediu para gerenciar a embreagem. Então, eu o deixei passar”, completou.

O piloto alemão da Red Bull lembrou que Ayrton Senna também teve problemas na embreagem em 1991, ano em que venceu pela primeira vez em Interlagos .

“Me senti como Senna em 1991, quando ele teve de lidar com problemas de embreagem também. Mas para ele deve ter sido diferente, ele é brasileiro e ainda por cima ganhou a corrida”, declarou Vettel.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.