Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Schumacher revela que Mercedes não terá mudanças na China

Alemão lamenta o início de temporada da equipe e diz que a escuderia está conhecendo melhor o carro

iG São Paulo |

O heptacampeão mundial Michael Schumacher concedeu nesta quinta-feira entrevista coletiva em Xangai. O piloto da Mercedes falou sobre o começo ruim de temporada da equipe e sobre o desenvolvimento do carro, que decepcionou nos dois primeiros GPs do ano.

Siga o iG automobilismo no Twitter.

“É obvio que nós tínhamos outras expectativas. Nós falamos sobre as razões de não conseguirmos certo desempenho. É aí onde estamos, mas na F1 não é a primeira vez que isso acontece comigo, que as coisas não vão de acordo com as expectativas. É o que é, e o único jeito para avançarmos é trabalhando. Isso é o que estamos fazendo agora”, falou o alemão.

“Nós aprendemos mais e mais sobre o carro. Há pouco tempo disponível entre a Malásia e a China e não será o caso de termos grandes evoluções para este evento. Agora é para entendermos o carro e explorarmos seu potencial completo. Há mais potencial do que temos mostrado, mas não achamos o ponto certo para usarmos”, seguiu Schumacher.

Quando perguntado sobre os pneus da Pirelli, se o carro deveria se adaptar melhor aos compostos, o alemão explicou. “O segredo da F1 não é uma área particular (do carro). É sempre prestar atenção a todos os tipos de detalhes. Existem áreas menos importantes, absolutamente, mas tentamos entender todas as pequenas partes e fazê-las funcionar”, concluiu o heptacampeão.

Leia tudo sobre: Michael SchumacherMercedes GP

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG