Heptacampeão afirma que não sabe como o carro da escuderia vai render na Grã-Bretanha

Michael Schumacher afirmou que antes dos treinos livres da próxima sexta-feira (8) será difícil saber se a Mercedes terá um bom desempenho no fim de semana do Grande Prêmio da Grã-Bretanha . Por isso, o alemão pregou trabalho duro na escuderia. Desde seu regresso à Fórmula 1 na temporada passada, o piloto sequer subiu ao pódio. A quarta posição no GP do Canadá foi seu melhor resultado em 2011.

Siga o iG automobilismo no Twitter

“Com todas as mudanças que estamos passando nesta temporada, fica difícil dar um prognóstico sobre como sairemos em Silverstone. Como sempre, provavelmente ficaremos sabendo após os treinos livres de sexta”, afirmou Schumacher.

Para apagar a imagem negativa que deixou após seu desempenho no último GP, o da Europa, disputado em Valência – Schumacher foi o 17º –, o heptacampeão declarou que a equipe precisará se focar no trabalho. “Estamos em um processo de atualizações no bólido, o que eu acredito que nos trará melhorias”, afirmou o alemão. “A mensagem para todos nós e abaixar a cabeça e trabalhar duro na nossa meta. Tenho certeza que chegaremos lá", pregou.

Schumacher é o décimo colocado no Mundial de Pilotos . Seu companheiro, Nico Rosberg, é o sétimo. O líder é Sebastian Vettel, da Red Bull, com grande folga na classificação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.