Tamanho do texto

Hamilton, Senna, Buemi e Kovalainen também foram investigados após treinos livres, mas escaparam de punição

O piloto Michael Schumacher, da Mercedes, foi multado nesta sexta-feira (7) logo após os treinos livres para o Grande Prêmio do Japão. Foi constatado que, durante a segunda prática do dia , o heptacampeão entrou tardiamente nos boxes, depois da marca que mostra o início do pit-lane . Na madrugada deste sábado (8), às 2h (de Brasília), acompanhe o treino classificatório no Tempo Real do iG .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Os comissários decidiram penalizar o alemão com uma multa de 5 mil euros, aproximadamente R$ 12 mil. Nenhuma ação mais séria foi tomada pelo fato da irregularidade ter sido cometida em um treino livre.

No mesmo treino, Lewis Hamilton (McLaren), Bruno Senna (Lotus Renault), Sébastien Buemi (Toro Rosso) e Heikki Kovalainen (Team Lotus) desrespeitaram uma bandeira amarela, provocada por um incidente envolvendo a Hispania de Vitantonio Liuzzi. No entanto, apesar de terem sido investigados, os quatro pilotos não foram punidos. 

Os comissários descartaram a punição pois constataram que os quatro competidores diminuíram a velocidade durante a volta que marcaram. Assim, mesmo tendo cravado tempo com bandeira amarela, eles escaparam de qualquer penalidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.