Tamanho do texto

Alemão lembrou de sua época na escuderia, quando conquistou cinco de seus sete títulos

Michael Schumacher já começou sua segunda temporada pela Mercedes. Porém, o alemão ficou imortalizado sob a bandeira da Ferrari, equipe pela qual conquistou cinco de seus sete títulos mundiais. Em entrevista ao jornal britânico “The Independent”, o piloto confessou que sente falta da sua época na escuderia italiana, em que ficou entre 1997 e 2006.

“Sempre terá uma parte da Ferrari em mim, e uma parte do meu coração será sempre vermelha. Minha época na Ferrari foi maravilhosa. Eu realmente aproveitei meu tempo na equipe, não apenas por causa do sucesso”, contou o alemão.

Schumacher destacou também que se identificou pela paixão que o povo italiano – e, principalmente, o torcedor da Ferrari – tem pelo automobilismo. Segundo o piloto, essa adoração o ajudou a tornar-se ídolo nacional.

“Eu certamente não sou um homem sentimental, mas essa paixão eu entendo suficientemente bem. Minha maior paixão é correr, e nesse sentido nós somos muito parecidos”, opinou o heptacampeão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.