Alemão declarou estar feliz por corrida vibrante e espera melhorar ainda mais seu desempenho na Mercedes

O Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1 foi proveitoso para o alemão Michael Schumacher. Sem condições de lutar por um lugar no pódio, ele encerrou a corrida deste domingo (11) na quinta colocação e foi protagonista de um acirrado duelo por posição com o britânico Lewis Hamilton durante a maioria da prova. O heptacampeão mundial, que há 11 anos chorou com um triunfo em Monza , comemorou seu desempenho.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Reuters
Michael Schumacher protagonizou com Lewis Hamilton a maior disputa de posição do GP da Itália
"Foi uma corrida excitante para mim e acho que para todos nossos fãs e é por isso que estou feliz. A disputa com Lewis foi uma grande diversão, meus retrovisores pareceram muito pequenos em alguns momentos", brincou o piloto da Mercedes.

Nas primeiras voltas da corrida em Monza, Schumacher e Hamilton duelaram pela terceira colocação, com o alemão exibindo habilidade para segurar o britânico e até dar o troco quando foi superado na 13ª volta. Após a primeira parada para a troca de pneus, o piloto da McLaren melhorou de rendimento em relação ao da Mercedes e conseguiu a ultrapassagem.

"Nós dois somos conhecidos por dirigir no limite e foi isso que nós fizemos. Tive que fazer meu carro ser tão largo quanto um caminhão e forçar o máximo que pude. Mas, no fim, como eu já esperava, ele ainda estava mais rápido", ponderou o alemão, que ainda espera evoluir esse ano.

"Tirar o melhor de suas possibilidades é o máximo possível atualmente e por isso que me diverti hoje. Especialmente sabendo que tem mais para vir, com o apoio que temos da Mercedes".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.