Estreante na Fórmula 1, piloto mexicano afirma estar ansioso para correr em Montreal pela primeira vez

As chances de Sérgio Pérez correr no Grande Prêmio do Canadá estão cada vez maiores. Equipe do mexicano, a Sauber está confiante em seu retorno às pistas depois do acidente sofrido durante o treino classificatório para o GP de Mônaco , realizado no último dia 29 de maio.

Siga o iG automobilismo no Twitter

"Os resultados foram positivos e, por isso, estamos muito otimistas de que ele correrá no Canadá", disse Peter Sauber, chefe da equipe, em entrevista ao jornal suíço Sonntagsblick . Após o acidente, Pérez ficou duas noites internado no Hospital Princess Grace .

Para correr em Montreal, o piloto precisa do aval dos médicos da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). "Eu me sinto muito bem e em forma. Claro que quero correr no Canadá, mas sei que a decisão final é dos médicos da FIA. Nunca corri em Montreal e conheço o circuito apenas pela TV", afirmou o mexicano, vice-campeão da temporada 2010 da GP2.

Apesar de ainda não conhecer o traçado do GP do Canadá, o mexicano quer correr em Montreal e acredita que não terá muitos problemas em se adaptar ao circuito desconhecido.

"Não é o primeiro circuito desconhecido para mim e eu nunca tive dificuldades para me adaptar", acrescentou o piloto. "Achei muito difícil ser apenas um telespectador para a corrida em Mônaco. Não vejo a hora de voltar para o carro", concluiu Pérez. O GP do Canadá será disputado neste domingo, dia 12 de junho, a partir das 14h.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.