Alemão foi bem nos treinos livres desta sexta-feira e declarou afeto ao torcedor ferrarista

Michael Schumacher, 11º na primeira etapa e 3º na segunda sessão de treinos livres para o Grande Prêmio da Itália, em Monza, desta sexta-feira (9), afirmou que está satisfeito com seu desempenho e disse que o circuito italiano favorece sua equipe, a Mercedes. O alemão também declarou entusiasmo com o apoio dos torcedores da Ferrari, equipe pela qual venceu cinco títulos mundiais. O treino classificatório acontece neste sábado (10) e a corrida neste domingo (11), às 9h (Brasília), com cobertura completa do Tempo Real do iG .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Esse circuito tem característica de freio e tração e não tem tanta curva de média e alta velocidade, que não tem sido nosso forte este ano”, analisou Schumacher. “Parece que minha posição no treino de hoje foi boa, mas só descobriremos isso amanhã (sábado)”, completou o heptacampeão.

Sobre estar na atmosfera de Monza, perto da torcida da Ferrari, Schumacher, que correu de 1996 a 2006 pela escuderia de Maranello, revelou um sentimento especial por estar no circuito. “É sempre um sentimento especial estar aqui em Monza. Começou ontem, quando dei uma volta no circuito”, declarou. “É um grande sentimento encontrar com os fãs. Isso me faz lembrar do tempo que corria em casa”, finalizou o ex-ferrarista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.