Piloto brasileiro confia no sucesso da atualização do carro da Williams para fazer boa corrida em Xangai

Após não conseguir completar as duas primeiras corridas da temporada, o brasileiro Rubens Barrichello estabeleceu uma meta ousada para o Grande Prêmio da China. De acordo com o piloto da Williams, seu carro pode terminar a prova entre os seis melhores caso suas atualizações funcionem.

Siga o iG Automobilismo no Twitter .

“Precisamos ver como o carro vai se desenvolver. Sem mudanças, acho que podemos estar entre os 12. Com as mudanças, acho que poderemos estar entre os seis melhores”, disse o brasileiro, que não quer tomar o GP da Malásia como referência.

“O carro não estava competitivo e nós tivemos dificuldades. Tenho certeza de que vai ser muito melhor aqui. Temos novos componentes, algumas coisas novas, e estamos esperando um fim de semana muito, muito melhor”, completou.

Barrichello lembrou com carinho do pódio após o Grande Prêmio da China de 2004, primeiro da história da Fórmula 1 no país, prova vencida pelo brasileiro.

“(Risos) Eu me lembro de tomar um banho de champanhe com o Sr. (Luca di) Montezemolo (presidente da Ferrari). Foi um bom banho. Foi um bom evento”, brincou Rubinho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.