Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Ross Brawn sugere que equipes terão de copiar a Red Bull

Para o chefe da Mercedes, asa dianteira da equipe adversária pode ser o motivo da dominância neste ano

iG São Paulo |

Chefe de equipe da Mercedes, o britânico Ross Brawn disse que talvez as equipes tenham de copiar a Red Bull, que começou a temporada com desempenho superior às demais. Após o Grande Prêmio da Austrália, a McLaren reclamou dizendo que as asas dianteiras dos carros taurinos seriam móveis, o que é proibido.

Siga o iG Automobilismo no Twitter.

“Há uma regra que diz que a lataria tem de ser rígida. Todos nós sabemos que isso é impossível, porque tudo se move. É uma questão de graus, então a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) faz uma série de testes para ver quantos graus cada lataria se move e, se você passa nesses testes, então seu carro está dentro das regras”, disse Brawn.

“Estes testes podem mudar. Na verdade, eles mudaram durante o inverno porque, como eles fazem em muitas áreas, a FIA tenta melhorar estes testes. Há um novo teste neste ano. A Red Bull obviamente passou, e é tudo o que há para dizer a respeito”, concluiu, evitando entrar na polêmica.

Para o chefe da Mercedes, caso seja comprovado que é a asa dianteira o motivo do bom desempenho da Red Bull, a peça tem de ser copiada pelas demais equipes.

“Eles têm uma filosofia e uma abordagem sobre o carro, e as equipes têm de decidir se esta é a razão – ou uma das razões – do nível de desempenho deles. Se for, então você tem de considerar seguir esta rota, ou ter certeza de que isso não é uma desculpa para o fato de eles estarem vencendo neste momento”, concluiu.

Leia tudo sobre: Ross BrawnMercedesRed Bull

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG