O piloto afirmou que equipe apresentou melhoria desde a Austrália, mas ainda tem trabalho a exercer.

Rosberg terminou o GP da Malásia em 12º lugar
AP
Rosberg terminou o GP da Malásia em 12º lugar
Após a conclusão do Grande Prêmio da Malásia deste domingo, o piloto Nico Rosberg e o chefe da Mercedes, Ross Brawn, pregaram trabalho duro na equipe para começar a pensar em resultados melhores. A escuderia não completou o GP da Austrália e fez apenas dois pontos em Sepang, com a nona colocação de Michael Schumacher.

Siga o iG automobilismo no Twitter.

“Vamos realizar um trabalho duro para ver melhorias”, apontou Rosberg, que ficou em 12º lugar. O alemão ainda disse que este domingo não foi seu dia, pois seu ritmo de corrida não foi bom o suficiente. No entanto, o piloto tenta mostrar otimismo argumentando que “ao olhar minhas voltas no classificatório, deu para ver certo avanço no bólido”.

O diretor da escuderia, Ross Brawn, teve o mesmo teor em suas declarações. Para ele, os pilotos fizeram um bom trabalho, dadas as condições que o MGP W02 ofereceu. O chefe disse estar ansioso para ver o carro competindo com as equipes do topo, mas crê que isso só ocorrerá se “continuarmos trabalhando firme”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.