Piloto alemão acredita que os pneus terão um papel decisivo na corrida deste domingo

Líder do Mundial de Pilotos , Sebastian Vettel esteve longe dos melhores tempos do primeiro dia de treinos para o GP da Hungria . O alemão fez apenas a quinta marca mais rápida e pediu melhorias na Red Bull para lutar pelo topo. Lewis Hamilton, da McLaren, foi o mais veloz do dia no circuito de Hungaroring , à frente de Fernando Alonso (Ferrari), segundo colocado.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"Estava bem escorregadio no começo, mas depois eu me senti melhor com o carro, mas não é a mesma coisa que o ano passado", disse. "Está muito apertado. McLaren e Ferrari estão muito rápidos, então precisamos melhorar para ter certeza de que também estaremos no topo".

Vettel vem de sua pior corrida no campeonato. O piloto da Red Bull, que havia vencido seis etapas do ano, terminou o GP da Aleamanha apenas em quarto. Para a Hungria, o alemão admitiu que os pneus podem ser um problema, por causa das condições da pista.

"Acabei de sair do carro, então precisamos ver o que os outros fizeram, por quanto tempo os pneus duraram mesmo", afirmou Vettel, que demonstrou uma preocupação especial com a duração dos compostos macios e supermacios em Hungaroring.

"A coisa mais importante para estudar será administrar os pneus por uma volta, mas também tentar tirar tudo dos pneus durante toda a sessão e não vê-los se desfazer tão rápido. Será bem difícil", avaliou o alemão.

O terceiro treino livre e asessão classificatória para o GP da Hungria serão realizados na manhã deste sábado (30). A corrida no circuito de Hungaroring está marcada para este domingo (31), a partir das 9h (de Brasília).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.