Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Red Bull gastou mais do que o permitido em 2010, diz revista

Empresa francesa encontrou irregularidades no orçamento da escuderia. Horner negou o gasto excessivo

iG São Paulo |

De acordo com reportagem da revista italiana Autosprint, um balanço feito pela Capgemini, uma multinacional francesa de consultoria, encontrou discrepâncias no orçamento de 2010 da Red Bull. A equipe pode ter gasto mais do que o permitido pelo acordo das escuderias da Fórmula 1 no ano de seu primeiro título.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

A Red Bull tentou impedir o estudo da empresa francesa, dizendo que era invasão de privacidade e que dados importantes da equipe teriam de ser revelados quando o balanço fosse concluído. A tentativa da líder do Mundial de Construtores, no entanto, não obteve sucesso.

Chefe de equipe da Red Bull, Christian Horner negou as acusações de que sua escuderia teria gasto mais do que o permitido.

Presidente da Associação das Equipes da Fórmula 1 (FOTA, na sigla em inglês), Martin Whitmarsh, que também é chefe de equipe da McLaren, espera ouvir esclarecimentos da Red Bull na reunião das escuderias desta semana. Porém, a princípio, o dirigente afirmou que punições não estão nos planos.

Leia tudo sobre: Christian HornerRed BullF1Martin WhitmarshFOTA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG