Alemão tem cinco vitórias em seis corridas, mas chefe da equipe acha a vantagem de 58 pontos pequena

Apesar de Sebastian Vettel ter vencido cinco das seis primeiras corridas da temporada, sua equipe, a Red Bull, recusa-se a pensar que o Mundial já esteja ganho. O alemão conquistou mais uma vitória no GP de Mônaco no último domingo (29) , o que faz de seu segundo lugar na corrida da China , em Abril, o único resultado que o impede de ter uma pontuação perfeita em 2011 até agora.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Apesar da liderança isolada de Vettel na classificação, o chefe da Red Bull, Christian Horner, acredita que a situação está muito mais apertada do que está sendo falado.

“Sebastian está a sete pontos da máxima pontuação possível depois de 6 provas e esse é um começo de ano fenomenal. Mas Jenson Button foi muito rápido em Mônaco, Lewis Hamilton foi muito rápido semana passada e Fernando Alonso foi novamente forte aqui. Não podemos considerar nada garantido”, explicou Horner.

O chefe da equipe ressaltou que todas as corridas tem sido emocionantes e que Vettel está sendo pressionado pelos outros pilotos.

“Mesmo com uma corrida difícil em Mônaco, conseguimos vencer com uma grande pressão vinda de trás. Mas ainda temos um longo caminho para seguirmos nesse campeonato e as coisas podem mudar muito, muito rápido”, avaliou Horner.

“Vettel conseguiu se colocar em uma ótima posição, mas vimos nas últimas duas semanas que ele foi pressionado por todo caminho por diferentes competidores. Ele tem uma liderança saudável, mas os pontos com o novo sistema são bem decepcionantes, seus 58 pontos à frente são pouco mais do que duas vitórias”, concluiu

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.