Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Razia lamenta quebra no teste, mas elogia evolução da Team Lotus

Brasileiro recebeu a chance de correr o primeiro treino livre deste sexta-fera pela equipe malaia

iG São Paulo |

Pela primeira vez pilotando em uma sessão oficial da Fórmula 1, o brasileiro Luiz Razia teve seu treino abreviado por um problema na suspensão de seu carro, e conseguiu completar somente nove voltas – só Nick Heidfeld, com cinco, correu menos – no primeiro treino livre para o Grande Prêmio da China. O baiano terminou a prática na 23ª colocação.

Siga o iG Automobilismo no Twitter.

“Infelizmente a suspensão dianteira quebrou e fez quebrar a asa, e tive de voltar bem lento para os boxes. Não sabemos o que aconteceu e a equipe está olhando os dados. Foi uma quebra muito estranha e acabou meu treino muito cedo”, lamentou Razia, que no dia 7 de maio vai estrear na GP2 pela Air Asia.

“Estava começando a pegar a mão do carro e dos freios, que são muito diferentes da GP2. Até aquele momento estava bom, mas não deu para voltar”, completou o brasileiro.

Razia disse que notou uma melhora no carro da Team Lotus desde os treinos de pré-temporada – última vez em que esteve no cockpit da equipe antes desta sexta.

“A estabilidade traseira melhorou bastante com os novos itens, e o carro se comporta bem agora nas curvas em alta, bem diferente de Barcelona, onde parecia que estava dançando. Nos dois treinos, usei pneus duros e deu para sentir o grande salto de performance”, contou.

Leia tudo sobre: Luiz RaziaTeam Lotus

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG