Finlandês fez nesta segunda-feira os primeiros testes desde que foi anunciado ser retorno à Fórmula 1

selo

Após voltar a pilotar um carro de Fórmula 1 pela primeira vez em dois anos , o finlandês Kimi Raikkonen admitiu que ainda precisará de algum tempo para se readaptar à categoria. Nesta segunda-feira (23), ele fez um teste particular com a sua equipe, a Lotus (antiga Renault), no circuito de Valência, na Espanha, mas, pelas regras de treinos da pré-temporada, foi obrigado a utilizar um modelo antigo, de 2010.

Leia também: Raikkonen faz seu primeiro teste na volta à Fórmula 1

Os treinos oficiais da pré-temporada da Fórmula 1 começam apenas no dia 7 de fevereiro, em Jerez de la Frontera, também na Espanha, quando a maioria das equipes pretende estrear os carros do campeonato de 2012. Mas, como precisa se readaptar à categoria, após dois anos afastado, quando esteve disputando o Mundial de Rali, Raikkonen está fazendo testes particulares com um modelo antigo mesmo.

"Foi ótimo estar de volta. Acelerar, frear e pegar a mão do carro nas curvas não demorou tanto, mas entender o carro, os pneus e a equipe vai exigir um tempo", admitiu Raikkonen, em entrevista à TV Sky Sports News , após os testes na pista de Valência. "Faz alguns anos que pilotei pela última vez ( na Fórmula 1 ), claro que demora um tempo para você se adaptar", completou o finlandês de 32 anos.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Campeão da Fórmula 1 em 2007, Raikkonen tinha deixado a categoria em 2009, quando saiu da Ferrari. Agora, ele recebeu convite da equipe Lotus e aceitou voltar. Assim, será uma das atrações da temporada que começa no dia 18 de março, com a disputa do GP da Austrália, em Melbourne.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.