Bom desempenho na primeira corrida da temporada deu confiança ao finlandês

Mesmo tendo terminado na sétima colocação no GP da Austrália , Kimi Raikkonen já está planejando brigar pelo pódio na próxima corrida, que será realizada na Malásia neste fim de semana.

Leia também: Um ano depois, Red Bull e McLaren se invertem no topo da tabela

Após largar na 17ª posição na primeira prova do ano, o finlandês conseguiu fazer uma ótima corrida de recuperação e somou seis importantes pontos no campeonato. O desempenho trouxe confiança a Raikkonen, mostrando que seu Lotus E20 tem potencial para correr na frente.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"O carro é bom. Na corrida fiquei preso em meio ao tráfego, então não deu para o carro mostrar muito. Quem sabe o que teria acontecido se tivéssemos largado em uma posição melhor", disse Raikkonen. "É um carro rápido. Se formos bem na classificação, podemos lutar por pódio", acrescentou.

O piloto afirmou que não vê razões para a Lotus não apresentar um bom resultado no circuito de Sepang no próximo domingo (25), visto que o monoposto foi bem em todas as pistas nas quais foi testado na pré-temporada.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

"Vamos procurar melhorar nossa performance na Malásia. Não sabemos como o carro vai se comportar lá, mas, como ele foi bem em todos os lugares, a nossa expectativa é a mesma", assegurou o finlandês.

Romain Grosjean , companheiro de Raikkonen na Lotus, também acredita que a escuderia terá um melhor desempenho no próximo GP. "O carro foi bem na Austrália. Há algumas pequenas melhorias que dá para fazer, mas nada mais importante é necessário", ressaltou o francês.

Confira a programação completa do fim de semana da Fórmula 1 na Malásia*

Quinta-feira, 22 de março
1º treino livre: 23h

Sexta-feira, 23 de março
2º treino livre: 3h

Sábado, 24 de março
3º treino livre: 2h
Classificatório: 5h

Domingo, 25 de março
Grande Prêmio da Malásia: 5h

* Sempre pelo horário de Brasília

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.