Lentidão deixou o governo do Texas insatisfeito. O estado receberá a corrida pela primeira vez em 2012

De acordo com reportagem do jornal americano Austin American-Statesman , o atraso na construção do Circuito das Américas, que vai receber o Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1 em 2012, pode causar alterações na gerência da prova. Tavo Hellmund, promotor da corrida, é o primeiro a ter o cargo ameaçado.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Susan Combs, fiscal do governo do Texas, escreveu uma carta para Bernie Ecclestone relatando a situação da construção do Circuito das Américas, em Austin. O atraso pode deixar o chefe da Fórmula 1 insatisfeito.

Entre a direção do Grande Prêmio dos Estados Unidos, no entanto, existe o medo de que trocas na gerência possam afetar a quantia de dinheiro que o governo de Austin tem investido no circuito.

O Grande Prêmio dos Estados Unidos de 2012, que será a primeira corrida de Fórmula 1 no Circuito das Américas, está marcado para o dia 18 de novembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.