Americano teve problemas com a adaptação ao cockpit de um carro de F1 por causa de sua altura

Fornecedora exclusiva de pneus para a Fórmula 1 , a Pirelli se mantém interessada em contar com o piloto e esportista radical norte-americano Ken Block para testar seus compostos. Competidor de Rali, Block ainda não conseguiu testar um bólido de F1, porque, devido a sua altura, não se adaptou ao cockpit.

Siga o iG automobilismo no Twitter

Apesar disso, a Pirelli revelou que buscará outras alternativas de manter o norte-americano para realizar os testes. O diretor de esportes a motor da fábrica italiana, Paul Hembery, revelou à revista britânica Autosport que tenta procurar outra equipe que tenha um piloto com as mesmas características de Block. “Acho que nós precisamos falar com a Red Bull, pois (Mark) Webber é um cara alto”, disse.

“Obviamente é um contratempo. Suas pernas são longas, mas vamos resolver esse problema o quanto antes”, concluiu Hembery, que revelou o interesse de sua empresa em promover a categoria mais importante do automobilismo nos Estados Unidos.

“Nós queremos que esse teste aconteça, pois estamos tentando promover a Fórmula 1. Como Ken é muito famoso nos Estados Unidos e nós precisamos divulgar a categoria por lá, ele pode nos ajudar”, finalizou Hembery.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.