Narain Karthikeyan e Vitantonio Liuzzi acreditam que novidades no carro podem ajudar equipe

Vitantonio Liuzzi acredita que Hispania pode ficar à frente de rivais
Divulgação
Vitantonio Liuzzi acredita que Hispania pode ficar à frente de rivais
Após não conseguir sequer classificação para o Grande Prêmio da Austrália, primeiro da temporada, a Hispania mostrou evolução na Malásia, no último fim de semana, e conseguiu qualificar seus dois carros para a prova em Sepang. Ainda assim, nenhum dos pilotos conseguiu completar a prova.

Esse é o objetivo da equipe espanhola para o GP da China, no próximo domingo. Narain Karthikeyan, que abandonou a prova na Malásia após 14 voltas, disse que deseja terminar a prova em Xangai. “O objetivo da equipe é conseguir se classifiicar para a corrida em uma boa posição. Pessoalmente, eu quero terminar a corrida”, afirmou o indiano.

Karthikeyan ainda comparou o circuito chinês com o malaio. “As condições na China são muito diferentes, as temperaturas são mais baixas, então precisamos adaptar o carro à pista e tentar tirar proveito das atualizações”, completou.

Seu companheiro, Vitantonio Liuzzi, disse que a equipe pode até sonhar em ficar à frente de outras escuderias, como a Virgin. “Queremos nos classificar com tempos próximos aos das nossas concorrentes diretas, talvez até na frente delas”, disse. O italiano também fez coro a Karthikeyan e afirmou que completar a prova é importante para a equipe. “Mais uma vez temos como objetivo terminar a prova e pegar mais informações sobre o carro, para estarmos mais bem preparados para a temporada europeia”, finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.