Mexicano diz que calou os críticos que afirmavam que ele só havia entrado na Sauber por levar patrocínio

O piloto Sergio Pérez acredita que seu desempenho em sua temporada de estreia na Fórmula 1 prova que ele chegou à categoria por conta de seu talento, não de dinheiro.

Leia também: Para Ecclestone, gerência da carreira de Hamilton é "um desastre"

O novato levou para a Sauber o patrocínio da Telmex, gigante mexicana de telecomunicações, mas a equipe sempre afirmou que ele ganhou a vaga devido ao seu potencial. Pérez somou 14 pontos na temporada, tendo como melhor colocação o sétimo lugar no GP da Grã-Bretanha. Ele considera que seus resultados foram suficientes para calar aqueles que diziam que ele só estava na F1 por causa do patrocínio.

"Sofri muita pressão por toda a minha carreira, mas na Fórmula 1 você sobe para um outro nível. No inverno todos estavam dizendo que eu era um piloto pagante e foi bom provar que estavam errados”, declarou Pérez.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Tive muitos altos e baixos durante a temporada, mas o apoio da equipe sempre me ajudou a me manter confiante”, acrescentou.

O mexicano viveu seu pior momento de 2011 durante a etapa de Mônaco, quando sofreu um grave acidente no treino classificatório . Ele ficou de fora daquela prova e também do GP seguinte, no Canadá . Pérez revelou que foram necessárias quatro etapas para se recuperar completamente da batida.

"Fisicamente eu tinha que esperar. Não foi fácil, mas era importante”, explicou o piloto. “Quando voltei ao carro para o treino livre no Canadá, percebi as dificuldades que tinha. Fiquei com tontura, então era impossível pilotar. Duas semanas depois, em Valencia, já me sentia melhor e fui capaz de correr. Fui melhorando em Silverstone e Nurburgring, mas só em Budapeste me senti completamente recuperado”, contou.

“Foi um impacto muito grande e aprendi que leva tempo para você ter certeza que está bem fisicamente depois de sofrer uma concussão. Mentalmente também foi um choque. Ir ao México me ajudou muito e foi importante para me preparar para voltar às pistas”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.