Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Pelo GP do Bahrein, Bernie Ecclestone prega lado humano

Chefe da Fórmula 1 ignora os R$ 65 milhões em jogo e pede que decisão beneficie o povo local

iG São Paulo |

Getty Images
Bernie Ecclestone fará parte da reunião que vai decidir o futuro do Grande Prêmio do Bahrein
Nesta sexta-feira (3), no Conselho Mundial de Automobilismo, será definido o futuro do Grande Prêmio do Bahrein, que deveria abrir a temporada da Fórmula 1 mas foi adiado devido à instabilidade política do país. Já em Barcelona para a reunião, Bernie Ecclestone, chefe da categoria, disse que sua decisão não será baseada em critérios financeiros.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Não tem nada a ver com dinheiro. Nada, de modo algum. Não sei, para ser sincero, se as pessoas estão preocupadas com a segurança ou se elas estão preocupadas com o que aconteceu no passado”, disse Ecclestone, em entrevista à agência de notícias Reuters, ignorando o fato de que pode perder até R$ 65 milhões com o cancelamento da prova.

O dirigente evitou fazer qualquer tipo de previsão antes da reunião.

“O que aconteceu em toda aquela região, em todos aqueles países, não é bom de maneira alguma, então teremos de esperar para ver”, declarou.

Leia tudo sobre: Bernie EcclestoneF1GP do Bahrein

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG