Alemão lembra reação de Fernando Alonso em 2010 para dizer que vantagem pode cair rapidamente

A vitória de Sebastian Vettel no Grande Prêmio da Bélgica , disputado no último domingo (28), fez com que o alemão disparasse na liderança do Mundial de Pilotos . Ele tem agora 92 pontos de diferença em relação ao vice-líder, seu companheiro de equipe Mark Webber. Apesar da vantagem, o piloto da Red Bull não acredita que o título já está garantido.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Claro que estou muito feliz com o resultado e sei que é muito importante terminar na frente dos outros, o que nos trouxe para mais perto da nossa meta, mas ainda temos muita coisa pela frente”, disse Vettel.

No ano passado, após o GP da Bélgica, Fernando Alonso estava 41 pontos atrás de Lewis Hamilton, então líder do campeonato. Mas o espanhol reagiu e chegou à ultima corrida na primeira colocação. O fato foi usado como exemplo por Vettel, que disse que sua vantagem pode cair rapidamente.

“Dessa vez pode parecer um pouco diferente, mas você pode ver que as coisas podem mudar, se você abandonar uma ou duas corridas e outra pessoa fizer duas boas corridas a situação pode mudar, então tudo o que temos que fazer é otimizar nosso desempenho toda vez”, declarou Vettel.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.