Equipe não levará carro novo aos primeiros treinos da pré-temporada, em Jerez

Nico Rosberg, piloto da Mercedes, acredita que perder os primeiros testes oficias para a temporada 2012 da Fórmula 1 não afetará a competitividade da equipe.

Leia também:  Pilotos comemoram chegada de 2012 no Twitter

O time anunciou recentemente que não participará com seu novo carro dos testes de pré-temporada em Jerez, de 7 a 10 de fevereiro, ganhando mais tempo no desenvolvimento. Para Rosberg, a decisão ajudará a equipe a longo prazo e evitará que repita o fraco início de temporada que teve em 2011.

“É a escolha que eles fizeram e estou feliz com ela”, disse o alemão à revista britânica Autosport . “Foi uma decisão entre testar suficientemente cedo e ter tempo suficiente para desenvolver o carro. Eles tiveram que encontrar um meio termo e decidiram que essa era a melhor estratégia”, acrescentou.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O piloto confia que a nova estrutura técnica da Mercedes, com a chegada de Geoff Willis e Aldo Costa em 2011, vai assegurar que o atraso nos testes não prejudique o desempenho da equipe nas primeiras provas do ano.

"Com a maneira que a fábrica está caminhando agora, estou confiante”, afirmou Rosberg. “Em 2011, não teríamos conseguido correr a primeira prova se tivéssemos testado o carro tardiamente. Mas com a forma que a fábrica está otimizada agora, acredito que poderemos fazer isso e que o carro poderá correr logo após o primeiro teste. Isso mostra que o time já apresenta uma grande melhora”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.