Diretor esportivo da fornecedora aposta em corrida tão disputada quanto em Mônaco

Próxima etapa do Mundial de F1, o Grande Prêmio do Canadá será semelhante ao GP de Mônaco . Pelo menos é o que espera a Pirelli. A fornecedora de pneus da categoria levará compostos macios e supermacios, assim como fez no Principado, mas acredita que a estratégia de apenas uma parada para trocas não será suficiente na prova do próximo domingo (12).

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Na última corrida do campeonato, em Mônaco, Sebastian Vettel, da Red Bull, venceu a etapa com apenas uma troca de pneus antes da bandeira vermelha - durante a paralisação, o piloto pôde mudar os compostos pela segunda vez. Para a Pirelli, será muito difícil isso se repetir em Montreal, no próximo final de semana.

"As características do Canadá tornam a estratégia de uma parada para este final de semana improvável, mas esperamos uma corrida com os carros próximos, e as oportunidades de ultrapassagem darão aos times ainda mais possibilidades de estratégia do que em Mônaco", explicou Paul Hembery, diretor esportivo da Pirelli, que elogiou a disputada corrida no Principado.

"Mônaco foi uma corrida fantástica, com três pilotos brigando pela vitória, apesar de eles usarem três estratégias muito diferentes", acrescentou Hembery. A corrida canadense será no próximo domingo, dia 12 de junho, a partir das 9h (horário de Brasília). O primeiro treino livre será realizado nesta sexta-feira, dia 10. Acompanhe tudo em tempo real no iG .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.