Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Para pilotos, churrasco e chuva são símbolos do GP do Brasil

Competidores falam das suas principais lembranças do país e da prova em Interlagos

iG São Paulo |

Alguns dos nomes que estarão no grid do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 deste domingo (27), às 14h, revelaram suas maiores lembranças sobre o país e a corrida em Interlagos, que, neste ano, encerra a temporada da categoria.

Leia também: Morador de Interlagos recebe fãs na laje "mais famosa" da Fórmula 1

Além de recordações mais técnicas sobre a pista e resultados, tem também quem guarde imagens mais curiosas sobre a prova em São Paulo. Um dos temas mais falados por pilotos foi a comida brasileira, principalmente o churrasco. A chuva, típica na etapa brasileira, também foi lembrada.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Divulgação
Timo Glock, da Virgin, foi um dos que exaltou a culinária brasileira
A seguir, confira o que os pilotos falaram sobre suas experiências em Grandes Prêmios no Brasil.

Timo Glock, alemão da Virgin, exaltou a culinária brasileira: “É um grande circuito, com grandes fãs e ótima comida, especialmente a carne”.

Jérôme D’Ambrosio, da Virgin, também falou da comida brasileira: “Interlagos é um circuito fantástico. A última sessão, o estádio, é realmente impressionante e ótimo para se dirigir. Longe da pista, eu também gosto das churrascarias brasileiras”.

Jenson Button, campeão mundial em 2009 em Interlagos, declarou amor ao Brasil mesmo depois de ter sofrido uma tentativa de assalto no país em 2010: “Eu ainda amo o Brasil, porque eles são tão apaixonados, e há muita história naquele circuito. É uma pena as coisas que acontecem lá quando deixamos o circuito, mas acho que isso só mostra as diferenças do país”.

Mark Webber, da Red Bull, ressaltou a tradição brasileira na Fórmula 1: "Os brasileiros ficam encantados com esportes a motor. Para eles é algo apaixonante, pois já contaram com grandes pilotos como (Nelson) Piquet, (Ayrton) Senna, (Emerson) Fittipaldi e Rubens (Barrichello)".

Felipe Massa, da Ferrari, lembrou as duas vitórias que conquistou no Brasil: “As duas foram incríveis. Mesmo a de 2008, quando eu venci e fiquei muito perto de ser campeão no Brasil. E minha primeira vitória em casa foi a realização de um sonho, porque para um brasileiro vencer em casa é quase como ser campeão mundial. Por essas razões, a vitória de 2006 em Interlagos foi a melhor das duas”.

Bruno Senna, da Lotus Renault, comentou as dificuldades de correr em Interlagos: “É uma pista desafiadora para os pilotos. O sentido é anti-horário e nosso pescoço sofre um pouco mais por isso. É uma pista com muitos desafios, a parte do miolo é muito técnica, as curvas são cegas, as freadas não são fáceis. Tive uma ótima experiência no ano passado, espero que nesse ano o carro esteja mais confiável e eu possa atacar mais”.

Rubens Barrichello
, da Williams, falou que a semana do GP do Brasil é muito especial para ele: “Essa é a melhor semana do ano para mim. Amo a pista, especialmente a curva do Laranjinha. Interlagos sempre foi bom para ultrapassagens e não espero nada diferente este ano”.

AP
Para Barrichello, o GP do Brasil marca a melhor semana do ano


Jaime Alguersuari, espanhol da Toro Rosso, brincou com a chuva em Interlagos: “A primeira coisa que vem à mente quando penso em Interlagos é a espera mais longa de que já tive para dar uma volta no classificatório. Nós tivemos tanta chuva que a qualificação teve de ser adiada. De qualquer forma, é sempre uma grande experiência pilotar com aquela pista molhada”.

Adrian Sutil, alemão da Force India, disse ter memórias distintas sobre o circuito: “Tenho memórias boas e ruins do Brasil. Fui terceiro no grid em 2009, que foi minha segunda melhor colocação em classificatórios até aqui. Mas as corridas sempre foram um pouco difíceis, ainda não marquei pontos no Brasil. Realmente quero mudar isso neste ano”.

Sébastien Buemi, suíço da Toro Rosso, relembrou o título mundial de Hamilton, em 2008: “Minhas principais lembranças do GP do Brasil são meu melhor classificatório, 6º, e debaixo de muita água, consegui ser sétimo na corrida. Minha segunda melhor memória, definitivamente é quando o Hamilton foi campeão do mundo na última curva da última volta do campeonato”.

Kamui Kobayashi, piloto japonês da Sauber, revelou um carinho especial por Interlagos: “Tenho memórias muito especiais de São Paulo, porque foi minha primeira corrida na Fórmula 1. Na época, tudo aconteceu muito rapidamente. Tive de substituir Timo Glock por conta de uma contusão. Só fui informado oito dias antes da corrida. Tive de preparar muitas coisas junto com a equipe. Foi realmente empolgante e no fim eu conseguir fazer uma boa corrida. Terminei em nono, o que penso que foi um resultado muito bom pelas circunstâncias. Tive boas batalhas na pista, com Jenson Button, por exemplo”.

Michael Schumacher, da Mercedes, elogiou a atmosfera em torno do GP do Brasil: “Existe uma atmosfera realmente boa em Interlagos, é uma das mais tradicionais sedes da Fórmula 1”.

Confira a programação completa do fim de semana da Fórmula 1 no Brasil:

Primeiro treino livre: 10h (sexta-feira)

Segundo treino livre: 14h (sexta-feira)

Terceiro treino livre: 11h (sábado)

Treino classificatório: 14h (sábado)

Corrida: 14h (domingo)
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG