Projetista acredita que restrição do uso dos difusores no escapamento favorecerá Ferrari e Mercedes

O projetista da Red Bull, Adrian Newey, acredita que a Ferrari e a Mercedes serão as equipes mais beneficiadas pela restrição do uso dos difusores no escapamento a partir do Grande Prêmio da Grã-Bretanha, que será realizado no dia 10 de julho . Ele também admitiu que a queda de desempenho do RB7 será significante.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

A Red Bull, líder do Mundial de Construtores , inicialmente questionou a decisão da FIA de alterar as regras no meio da temporada , e Newey está preocupado com a possibilidade da mudança favorecer seus adversários.

"Temos uma mudança no regulamento, vamos encarar isso”, declarou Newey, em entrevista à emissora britânica BBC . “Como isso vai nos afetar em comparação às outras equipes é difícil de dizer. Penso que, provavelmente, a Ferrari e a Mercedes serão menos afetadas do que nós. A McLaren talvez seja também menos atingida”, disse.

“Nós projetamos nosso carro em torno do escapamento desde muito cedo nas pesquisas para o RB7, quando encontramos a solução dos difusores que você vê no carro. Então nunca tiramos isso antes e não sabemos como nos afetará. Desenhamos nosso carro com base nisso, os outros basicamente só encaixaram para a primeira corrida”, avaliou o projetista.

Apesar da equipe ter testado alguns mapas de motores no carro de Sebastian Vettel nos treinos livres de sexta-feira, em Valência, Newey diz que o efeito completo da mudança da regra continua desconhecido. “Fizemos algumas simulações, mas não testamos na pista ainda e não sabemos quanto afetará o equilíbrio do carro”, acrescentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.